Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

... e que era tudo mentiras e tal...

 

Secretário de Estado da Proteção Civil constituído arguido

O secretário de Estado da Proteção Civil demitiu-se durante a tarde desta quarta-feira.

O secretário de Estado da Proteção Civil foi esta quarta-feira constituído arguido no caso das golas antifumo, segundo avança a SIC Notícias. Artur Neves está indiciado pelos crimes de fraude e corrupção.

 

 

publicado às 20:19

 

... ou pior...

Escolas devem preocupar-se em ensinar em vez de preparar alunos para exames, diz secretário de Estado

O secretário de Estado da Educação defendeu esta quinta-feira que as escolas devem preocupar-se em ensinar em vez de se inquietarem com a preparação dos alunos para os exames nacionais, argumentando que desta forma os estudantes terão melhores resultados académicos.

 

1º Os exames são obrigatórios para muitas disciplinas e a nota dos alunos nos exames é determinante para as escolhas que os alunos podem fazer em termos de estudos universitários. Logo, um professor que ignore a importância desta condição na vida dos alunos e a sua responsabilidade na questão, é um professor que não se interessa pelos alunos. É isso que o secretário de Estado quer?

 

2º Os exames são momentos de avaliação de conhecimentos e de técnicas com particularidades específicas pois há 100 maneiras de se apresentar uma questão ou problema. Alunos que não são treinados para o modo como as questões são apresentadas nos exames e para o modo como são avaliadas (o que os correctores valorizam e o que desvalorizam) ao chegar ao exame perdem imenso tempo a perceber como devem organizar os conhecimentos que têm à volta da questão em causa. Isto para não falar de disciplinas como a Matemática onde os problemas podem ser apresentados de maneiras muito diferentes, sendo que, se os alunos não treinam vários modos de apresentação de questões, no exame nem percebem o que têm que fazer.

Como toda a gente que já fez testes psicotécnicos ou outros teste ou que já foi a uma entrevista de trabalho sabe, a experiência e o treino prévio aumentam a eficácia dos procedimentos. Ou o secretário de Estado quando ia a entrevistas de trabalho ou fazia exames não se preocupava em saber a melhor forma de responder à tipologia de avaliação e confiava que deslumbrava toda a gente com a sua genialidade? Um professor que não perceba a importância destas questões não ajuda os alunos.

 

3º Por exemplo, muitas questões de escolha múltipla dos exames de Filosfia são dúbias e prestam-se a várias interpretações; o problema da ambiguidade inescapável da linguagem, como se sabe, está na origem de toda uma corrente da filosofia; no entanto, como só aceita uma resposta como correta, é preciso ensinar os alunos acerca das interpretações que costumam ser aceite nessas questões, senão arriscam-se a saber e mesmo assim errar ou, pior, os que sabem menos mas têm sorte no totobola é que as acertam.

 

4º como sabemos, há imensos pormenores que afectam a performance dos alunos, até coisas como a temperatura das salas de exame (women perform better on tests of cognitive function at toastier room temperatures. ), de modo que dizer que quem sabe faz sempre bem ou até que os exames deviam mudar todos os anos e ser sempre uma surpresa, é de uma grande ignorância.

 

O que devia acontecer era termos currículos que permitissem dar os programas e ao mesmo tempo treinar o tipo de performance que os exames requerem.

Portanto, o secretário de Estado exortar os professores a não se importarem com os exames é o mesmo que incentivar-nos a desconsiderarmos um acontecimento que pesa no futuro dos alunos. Pela minha parte, não sigo o conselho, obrigada.

 

publicado às 13:50

 

 

... ninguém o conhece nem isso tem influência nenhuma sobre coisa alguma. Aliás, é do seu ministério que saem as informações com as quais elaboraram o relatório mas ele também não tem nada a ver com isso, ele trabalha no outro gabinete ao fundo do corredor... e trabalhar ao mesmo tempo no organismo que fornece a informação e no que faz relatórios sobre o seu organismo nem representa um conflito de intereses... às tantas ele nem é do ministério da educação... isto é uma cabala a aproveitar ele não ter poder para o prejudicar nos seus cargos paralelos de grande perito de educação básica e secundária e na sua missão de educar professorzinhos. Ah! Espera lá... ele dá aulas mas é numa universidade... ah, mas não faz mal, ele é o numinoso, logo ele é perito no que não faz...

 

Além disso, desde 2016 que o governante é um dos peritos convidados pela OCDE para colaborar num relatório sobre o Futuro da Educação 2030 que já foi, aliás, publicado. Mas ao contrário do que sucedeu quando João Costa foi eleito para presidir os peritos do TALIS, o Executivo anunciou o convite ao governante para perito através de uma nota no portal do Governo e de um comunicado de imprensa. 

 

O SOL falou com vários ex-ministros da Educação e em nenhum gabinete anterior um secretário de Estado em funções assumiu qualquer cargo na OCDE.       Já o porta-voz da OCDE disse ao SOL não ter informação disponível sobre o assunto.   

 

No entanto, o Ministério da Educação entende que «não há qualquer associação entre as funções desempenhadas pelo Secretário de Estado da Educação em comités e projetos da OCDE, dos quais participam outros decisores políticos com funções semelhantes e distintas».

 

É já longa a relação entre João Costa e a OCDE e há estudos de, pelo menos, 2012 que contam com a colaboração do atual governante, enquanto perito.   

 

 

publicado às 14:40

 

Governo recusa ligação entre portaria dos conselhos de turma e greve de professores

O secretário de Estado da Educação garantiu hoje que o diploma sobre o funcionamento dos conselhos de turma nunca pretendeu impedir greves mas apenas clarificar as regras existentes, lamentando a "interpretação abusiva" que tem sido feita.

 

O secretário de Estado da Educação manifestou-se esta segunda-feira surpreendido com as críticas do sindicato dos inspectores sobre serem tratados como "polícias do Ministério", sublinhando que fiscalizar as escolas é o seu trabalho.

O secretário de Estado confunde fiscalizar com perseguir.

 

publicado às 06:28


no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics