Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Perspectivas

por beatriz j a, em 08.02.16

 

 

 

 Hermitage, São Petersburgo. Pormenor do pé de um dos 12 atlantes da entrada.  1931 (autor?)

 

 

publicado às 18:53


Pormenores

por beatriz j a, em 27.08.13

 

 

 

 

decoração de tecto, Hermitage

 

publicado às 20:45


pintura flamenga renascentista

por beatriz j a, em 25.08.13

 

 

 

 

Ruisdael

 

 

 

 

Quer seja religiosa, mitológica ou represente a vida quotidiana, adoro a pintura flamenga renascentista. Gosto particularmente das naturezas mortas e das cenas de densos bosques, florestas de carvalhos e áceres quebrados por rios turbulentos e quietos lagos onde repusam os viajantes ou os pastores, por onde espreitam os faunos a dança das ninfas. Há qualquer coisa primeva e mágica nestas pinturas que admitem as sombras, não como uma representação visual mas sim, como uma força inerente à vida humana. Uma imensa força que não se percebe noutras escolas/épocas de pintura. Quando postas lado a lado são um bocadinho como pôr a escultura da Pauline Borghese do Canova ao lado do escravo do Miguel Ângelo. Não é que as esculturas do Canova não sejam lindas mas as esculturas do M. A. têm uma verdade e uma força que irrompem de dentro e nos afectam. Para se ser um grande artista não basta ter uma grande técnica, é preciso ter um olhar crítico e inteligente sobre as pessoas e o mundo. No Renascimento, talvez por ser uma época em que na Filosofia, na vida e na Arte se tentava recuperar o olhar verdadeiro encoberto por séculos de obscurantismo religioso, toda a arte tem uma força vital e vera.

 

publicado às 10:59


Bom dia com Rubens

por beatriz j a, em 24.08.13

 

 

 

 

 

publicado às 07:51


das peças preferidas

por beatriz j a, em 23.08.13

 

 

 

 

Escultura:

 

 

do passado, Rodin (amantes)

 

 

 

 

do presente, Botero (Natureza Morta com Melancia)

 

 

publicado às 14:11


O problema das férias culturais

por beatriz j a, em 23.08.13

 

 

 

 

... é andarmos tanto a pé em tão poucos dias que depois precisamos de férias das férias!

 

O Hermitage tem sempre filas (no verão, quero eu dizer, porque no inverno ninguém vai lá...)?

 

 

 

 

 

 

SIM! O museu tem em exposição permanente três milhões de peças (uma pequena parte dos doze ou quinze milhões da colecção). O museu é grande, tem cinco edifícios, mas estão carregados de obras mundialmente famosas. Tem a maior colecção de pintura do mundo. Como é quase impossível visitar-se a cidade no Inverno por causa das temperaturas - S. Petersburgo tem que ver-se andando pelas ruas, cheias de palácios que bordejam os canais e o rio Nieva- o turismo concentra-se em Junho (mês das Noites Brancas), Julho e Agosto, mas sobretudo em Julho e Agosto. Ou seja, os milhares de turistas atiram-se todos ao mesmo tempo para o museu...

 

 

Mas é possível andarmos à vontade a visitar o Hermitage sem magotes de gente à volta e sem ser pagar mais por isso?

 

 

 

 

 

SIM! Como? ahah! Isso... só eu sei :) mas se alguém for a S. Petersburgo e quiser saber como andar lá à vontade sem povo unido... eu digo :)

 

publicado às 13:36


Bom dia com o Hermitage

por beatriz j a, em 23.08.13

 

 

 

 

pormenor da escadaria da entrada

 

publicado às 09:41


no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics