Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Perguntas a precisar de resposta

por beatriz j a, em 29.06.19

 

Vamos supor que há um rio que corre dentro de uma montanha inacessível e indestrutível e que está cheio de peixes venenosos que se multiplicam e aproveitam a corrente para viajar para fora, até aos rios e mares exteriores e infestar tudo à passagem. Uma solução é aproveitar a corrente do rio que entra na montanha e matar esses peixes enviando alimento tóxico; o problema é não sabermos se matámos os peixes todos, seja porque alguns podem não morrer com o alimento, seja porque não sabemos se o rio morreu e, portanto, os alimentos tóxicos não estão a chegar aos peixes. Não sabemos se a montanha está morta e os peixes mortos ou se debaixo da montanha ainda há peixes vivos.

 

Há outra maneira de ver a questão que nunca me tinha ocorrido: se não há rios para enviar os alimentos tóxicos até aos peixes venenosos, também não há maneira de eles saírem de lá porque lhes falta o meio de transporte que é o rio. Será? Preciso de resposta para esta questão.

 

publicado às 12:40


Uma dúvida

por beatriz j a, em 30.06.15

 

 

 

... relativa à questão das interrupções voluntárias de gravidez deixarem de ser subsidiadas. O viagra é subsidiado pelo Estado?

 

 

publicado às 16:55


Controvérsia

por beatriz j a, em 20.12.14

 

 

 

Did historical Jesus really exist? The evidence just doesn’t add up.

www.washingtonpost.com/

 

 

publicado às 11:19


Será que isto vem com o novo acordo...?

por beatriz j a, em 29.06.13

 

 

 

 

Estava a preparar-me para ver no JN uma receita -filmada-, chamada, 'O bolo de chocolate mais rápido do mundo', quando a rapariga que apresenta a receita começa a falar: duzentas gramas de farinha, duzentas gramas de açúcar...' Ó diabo! Mas o grama, quando é tomado às centenas, passa de masculino para feminino? Ou será já um efeito do novo acordo ortográfico?

Sei lá... acho que num jornal de âmbito nacional, estas coisas podiam ser evitadas.

 

publicado às 23:46


dúvidas...

por beatriz j a, em 31.08.12

 

 

 

 

Há muitas razões para duvidar e uma só para crer.


(Carlos Drummond de Andrade)

 

publicado às 10:33


Dúvidas...

por beatriz j a, em 14.03.12

 

 

 

António de Almeida assume presidência da Fundação EDP

 

António de Almeida, que deixou a presidência do conselho geral e de supervisão da empresa de energia logo após a assembleia geral extraordinária realizada a 20 de Fevereiro e que assinalou a entrada dos chineses da Three Gorges na EDP, vai agora ficar responsável pelas iniciativas de carácter cultural, educativo e social da Fundação EDP, tendo como principais vertentes o Museu de Electricidade, as barragens, a cultura e a inovação social.

 

Desde quando as barragens são uma iniciativa cultural, educativa e social? Eu gostava que não gastassem o meu dinheiro com merdas e se limitassem a fornecer electricidade em boas condições e ao melhor preço possível. Acho que tenho o direito de exigir isto, já que não tenho alternativa e me é imposto ser cliente duma empresa monopolista.

Aliás, tenho uma série de dúvidas: aquelas taxas que pagamos compulsivamente na factura da electricidade, vamos continuar a pagá-las, agora que a empresa é privada? Estamos a pagar a TV e outros serviços aos chineses? Não, obrigada! Estamos a pagar o museus da Electricidade? Não, obrigada! Estamos a pagar a decoração das barragens? Não obrigada!

 


publicado às 18:05


Dúvidas

por beatriz j a, em 07.03.12

 

 

 

 

Hoje uma colega contratada -há 16 anos!!!- foi pedir reposição do salário porque esteve doente e disseram-lhe que os contratados não têm direito a reposição de salário em caso de doença...hã? Não percebo. As pessoas têm os mesmos deveres, descontam para a ADSE, para a Caixa de Aposentação e etc., e depois não têm os mesmos direitos?

 

publicado às 14:57


Dúvidas...

por beatriz j a, em 04.03.12

 

 

 

 

 

Estudo

Um em cada cinco portugueses sofre de perturbações psiquiátricas

A distribuição pela população é equitativa ou há segmentos mais afetados? É que isso explicava muita coisa da nossa situação económica e social...

 


publicado às 12:38


Dúvidas...

por beatriz j a, em 01.03.12

 

 

 

 

A mudança de António Costa para o Intendente teve alguma coisa a ver com o proto-prostíbulo da Mouraria que a Câmara quer 'gerir' [para não lhe chamar outra coisa feia também começada por 'p'] ?

 

publicado às 22:45


Pensamentos de dois mélreis...

por beatriz j a, em 30.08.11

 

 

 

Somos o que a nossa memória releva e destaca da nossa vivência. Se nos lembrássemos de outros momentos, outros acontecimentos, outros sentimentos, seríamos uma outra pessoa?

 

publicado às 23:10


gostava de saber

por beatriz j a, em 06.05.11

 

 

 

Quantos professores estão nas escolas. Dos cento e tal mil, quantos estão nas escolas, quantos estão no ME, nas Direcções Regionais, nos diversos Observatórios e Comissões, nos sindicatos, etc. Isto porque volta e meia diz-se por aí que os professores portugueses têm nove alunos... e eu gostava de saber ao certo quantos professores estão nas escolas e quantos alunos esses têm, em média, para percebermos se há, ou não, gente a mais, nesses organismos.

 

publicado às 17:53


no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics