Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

Muita gente lhe disse que era um erro e que ele não estava a perceber mas só agora ele percebeu que não percebia o que quase todos já percebíamos. Isto diz muito acerca dos governantes e gente em cargos de poder, em geral: quando estão nos cargos assumem a infalibilidade papal como um pressuposto de governação.

 

From the timing of the vote to the expectations I allowed to build about the renegotiation, there are many things I would do differently.

I did not fully anticipate the strength of feeling that would be unleashed both during the referendum and afterwards, and I am truly sorry to have seen the country I love so much suffer uncertainty and division in the years since then.

David Cameron em entrevista ao Times

 

publicado às 14:52

 

 

When David Cameron measures the gravity of the situation

 

 

 

A política, a economia e a finança podem ser vistas como um jogo de xadrez: têm equipas adversárias, peças com movimentos amplos como as rainhas que se movem em qualquer direcção (são os lobbies) ou os que não andam a direito (os amigos e as cunhas) como os cavalos, etc. O xadrez é um jogo complexo e para o jogar bem é preciso ter domínio de como se movimentam as peças no tabuleiro, do risco de certas entradas, das possibilidades de cada peça, é preciso saber bem as jogadas e jogadores do passado, o que fizeram em certas situações, como saíram de dificuldades e, é preciso ter uma noção de geografia e espaço.

 

Não se pode jogar xadez como quem joga damas, a querer saltar sobre peças e comer etapas porque a realidade não é assim.

 

Ora, o que vemos é que as pessoas que estão nos cargos: governos, banca e finanças, infelizmente, são pessoas muito vulgares: lêem pouco de modo que não conhecem os perigos e virtudes das peças, sabem pouco das regras do jogo, não têm qualidade mental para calcular o efeito das jogadas, não conhecem o jogo do ponto de vista da posição oposta e, acima de tudo, são inconsequentes e irresponsáveis de modo que arriscam à toa sem saber calcular os riscos: os banqueiros arriscam o dinheiro dos clientes, os políticos arriscam a vida e segurança dos povos leviana e irresponsavelmente com objectivos de adiantar as suas carreiras.

 

Foi o que fez o Cameron. Ele arriscou uma jogada muito perigosa sem calcular as possibilidades de movimentação das várias peças como fazem os políticos normais que são a esmagadora maioria. Havia já, entre os políticos, quem o considerasse um líder histórico excepcional e, acredito que, se a jogada, por sorte (porque nada foi bem calculado como se vê pela desorientação em que estão agora), tivesse corrido bem, estaria agora a ser felicitado e invejado por toda a gente, sendo que muito políticos no futuro o imitariam na esperança de ter os mesmos ganhos de fama e honra [e o dinheiro que se lhes segue].

 

Geralmente não se dá pela irresponsabilidade, tacanhez e ignorância dos políticos em arriscarem passadas muito maiores que a perna porque as perdas não são tão significativas como esta foi mas, quem acompanha a política e a banca portuguesa vê isto todos os dias: jogadas de jogadores medíocres de damas em tabuleiro de xadrez.

 

 

publicado às 06:25


no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics