Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Piropos

por beatriz j a, em 31.12.15

 

 

 

A quantidade de homens que andam por aí a insurgir-se, em twits, blogs, no FB e em comentários dos artigos de jornais, contra a lei que criminaliza os piropos... uns dizem que há coisas mais importantes em que pensar e nisso imitam os iranianos e árabes que dizem que a questão das mulheres terem que andar todas tapadas não é uma prioridade (os direitos humanos dos outros nunca são uma prioridade...); outros argumentam que onde é que já se viu uma rapariga ou uma mulher incomodar-se por ser abordada constantemente por homens desconhecidos, mais ou menos repulsivos, que lhe fazem o favor de dizer-lhe, várias vezes ao dia, os seus anseios, hábitos e preferências sexuais pormenorizadamente.

No seu imenso narcisismo, acreditam que tratar as mulheres como coisas sexuais é um grande prazer para elas e não estão dispostos a abdicar dum hábito que alegra as suas tristes vidinhas. Portanto não entendem essa proibição dos machos perseguirem raparigas/mulheres dos 12 aos 72 anos com as suas bocas ordinárias e vão continuar a abordar as mulheres, sempre que lhes apetecer, com esses piropos pois só as feias, as gordas e as feministas é que não gostam de piropos...

Outro dia a passar à porta duma escola aqui do burgo, assisti à seguinte cena: uma professora vinha a sair e um tipo que ia a passar diz-lhe em voz bem alta, 'se fosse teu aluno andava sempre teso e lambia-te toda'. Os alunos que iam a sair atrás dela começaram a rir-se... a professora deve ter-se sentido muito lisonjeada...

 

 

publicado às 16:23


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics