Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





O problema maior deste país

por beatriz j a, em 14.09.19
 

Outro dia, à conversa com uma amiga que já trabalhou em outros países em cargo de relevo em companhias importantes, dizia-me ela que a grande diferença de Portugal relativamente a outros países não está na tentação de corrupção mas na total ausência de responsabilização dos prevaricadores. Não só não são responsabilizados como até são promovidos, em muitos casos. É claro que isso mina completamente a sociedade porque prevaricar e não ser responsabilizado é uma autorização implícita para continuar as práticas.

Ainda hoje vi nas notícias que uma estrela de Hollywood foi condenada e vai cumprir pena de prisão por ter pago a um professor para corrigir fraudulentamente o exame de acesso à faculdade da filha de modo a ter uma média que a pusesse lá dentro. O caso soube-se há coisa de seis meses e já foi julgada.

O pior problema do país é esta normalização irresponsável da corrupção, do clientelismo e do favor político. E todos os partidos da AR são coniventes neste estado de coisas e querem continuar a sê-lo, daí não mudarem as regras da representação legislativa.

Outro dia vi o filme, 'Segredos Oficiais', onde uma funcionária revela segredos na tentativa de impedir a invasão do Iraque e começa a ser perseguida pelo governo. Uma das acções do governo para quebrá-la é mandar deportar o marido, um curdo refugiado. Ela telefona ao seu MP, isto é, ao seu deputado e este liga para os serviços respectivos e exige a libertação do homem com base na lei. O que pensei ao ver isto foi, 'se fosse cá e eu ligasse ao deputado que representa a minha região, ele ligava para um membro do governo a fazer queixa de mim'... é isto: a nossa democracia é ainda muito salazarenta. Em vez de respeitar o povo, respeita o poder. O povo é descartável, o poder é intocável.

 

 

Embaixador ANTÓNIO MONTENEGRO: foi embaixador em Dacar em 2007 e 2008. Foi condenado, em 2015, a quatro anos e meio de prisão por auxílio à imigração ilegal de "jovens senegalesas com as quais mantinha relações sexuais”. Passaram já quatro anos e meio. E nunca foi preso, claro está!

Paulo de Morais

 

OLIVEIRA E COSTA, um símbolo de um regime (quase) podre. Foi CONDENADO a 14 anos de cadeia, na sequência da falência fraudulenta do BPN (Banco Português de Negócios), há já mais de dez anos, mas... ESTÁ DE FÉRIAS, NÃO FOI AINDA PRESO!!! Nem devolveu um único euro do prejuízo que a burla que dirigiu custou aos portugueses: sete mil milhões (7 000 000 000). Oliveira e Costa presidiu ao BPN, responsável pela "maior burla da história da Justiça portuguesa julgada até ao momento". Continua tranquilamente a gozar a sua vida, mantém todos os seus privilégios. Entretanto, há dois milhões de PORTUGUESES POBRES, que continuam A PAGAR a factura das burlas de Oliveira e Costa. Oliveira e Costa é intocável. Que dizem sobre isto os candidatos às eleições de Outubro? Nada, ignoram o assunto.
(Continuarei a repetir este post, quinzenalmente, até que a Justiça acorde)

Paulo de Morais

 

Miguel Frasquilho, enquanto deputado do PSD, foi vice-presidente da Comissão Parlamentar que sancionou (branqueou) o processo de privatização da EDP, então entregue aos chineses. Ao mesmo tempo, trabalhava no privado Grupo Espírito Santo, que assessorava os chineses no processo... de aquisição da EDP. Foi premiado com o cargo de Presidente do Instituto Público AICEP onde promoveu investimentos na China... do Grupo Espírito Santo. Sabe-se também que os seus familiares receberam dinheiro do "Saco Azul" do Grupo Espírito Santo. Foi acusado? Condenado? NÃO!
Com todo este currículo (cadastro), este social democrata foi nomeado, pelo actual governo socialista, chairman da TAP. Porque é "de confiança" (do PSD e do PS). E já pôs a TAP a dar prejuízo!

Paulo de Morais

 

AS RUINOSAS PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS RODOVIÁRIAS: Os Partidos do Regime estão em campanha, mas esquecem-se de dizer o que tencionam fazer relativamente às ruinosas Parcerias Público-Privadas Rodoviárias. PS, PSD e CDS, porque assinaram os mais ruinosos contratos que o estado alguma vez celebrou, têm culpas no cartório. PCP e Bloco de Esquerda, que tanto criticavam as PPP, tornaram-se cúmplices, nos últimos quatro anos, destes crimes. São afinal, todos culpados ("È tão ladrão o que vai horta, como o que fica à vai à porta").
Um desclabro que ninguém parece querer resolver: O Estado português pagará em 2019 pelas PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS RODOVIÁRIAS 1 518 000 000 (mil quinhentos e dezoito milhões de euros) em rendas de PPP Rodoviárias, por um património que vale 337 milhões (valor de renda em função de valor calculado pelo Eurostat-UE). O pagamento reflecte um custo CINCO VEZES MAIS do que valem os activos; representa um desperdício anual de quase mil e duzentos milhões de euros. Em todo o período de maturidade dos contratos, o Estado irá esbanjar, sem necessidade, cerca de doze mil milhões de euros!

Paulo de Morais

 

O Fisco desistiu, em 2017, de cobrar 125 milhões à Brisa, cujo Presidente da Assembleia Geral era, à época, António Vitorino. A decisão do perdão de dívida foi então tomada pela Unidade dos Grandes Contribuintes, apesar desta Unidade ter recebido pareceres internos que apontavam em sentido diferente. Vitorino tinha sido apoiante de Costa nas primárias do Partido Socialista (e, ao mesmo tempo, dirigia a empresa organizadora das eleições internas!!!). O mesmo Vitorino foi depois colocado pelo Governo português no cargo de director-geral da Organização Internacional para as Migrações. Há dias, foi aclamado numa reunião do PSD. Vitorino percebe muito de migrações, não há dúvida: sobretudo migrações de recursos públicos para o sector privado, de migrações do PS para o PSD e vice-versa.
Um artista português!

Paulo de Morais

 

Com Henrique Granadeiro a presidente, a Portugal Telecom comprou 897 milhões de euros em dívida do Grupo Espírito Santo, um ruinoso investimento da PT na Rioforte, que levou à ruína do projecto PT. Fê-lo a soldo de Ricardo Salgado.
Nenhum dos dois foi preso; nem condenado; nem julgado. Estão ambos de férias, à custa dos portugueses que pagam todos estes desmandos. Entretanto há dois milhões de portugueses pobres (com rendimentos bem inferiores a 400 euros/mês), que nem sabem o que são férias. Isto é revoltante e insuportável!

Paulo de Morais

 

 

Olha, até que enfim, um português responsabilizado! Ah... espera lá... foi nos EUA...

Um português rico e poderoso, preso por corrupção, confiscado dos seus bens e erradicado da actividade (nos Estados Unidos). Carlos Rafael, conhecido por 'Codfather', com empresa sediada em New Bedford (Estados Unidos), foi acusado de capturar e vender espécies protegidas de peixe nos EUA, foi condenado a 46 meses de prisão efectiva, mais três anos de liberdade condicional. Carlos A. Rafael ficou finalmente condenado a pagar uma multa de 3 milhões de dólares. Terá que se desfazer da sua frota e vender as licenças de pesca quando sair da prisão. Nos Estados Unidos, foi erradicado da actividade.

Paulo de Morais

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:18


15 comentários

Sem imagem de perfil

De Manuela a 14.09.2019 às 09:27

Ou seja, é preciso que a Justiça funcione de forma célere e universal. É curioso, porque isto consta da Constituição!!
Assim como o direito à Saúde....e à Habitação.....está lá tudo. Só que não é cumprido.
E então o Presidente da República faz o quê? Não é ele o garante do cumprimento da Constituição?!
Imagem de perfil

De beatriz j a a 14.09.2019 às 10:03

o Presidente dá beijinhos
Sem imagem de perfil

De John Wayne a 14.09.2019 às 13:37

Vou copiar para o meu espaço com link para aqui, a fonte.

Que merda de país!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.09.2019 às 20:11

O País nao é uma merda, os políticos sim!!!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.09.2019 às 21:34

Um país é o reflexo daquilo que o povo é. E como é evidente os políticos vieram do povo!
Tão simples e alguns não percebem isto.

Porque razão há tanto "circo"? Porque o povo gosta!

Alguns falam em assuntos populistas, não os mais importantes.
Todos os males do mundo estão nos políticos! Como é possível?
Imagem de perfil

De beatriz j a a 15.09.2019 às 03:59

Pois, claro que a culpa é do povo, fomos nós que mandámos que fossem ladrões e aliás, quando eles se apresentam para os cargos avisam logo que são aldrabões ou ladrões...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.09.2019 às 21:38

Mas continuam a votar sempre nos mesmos.
Sem imagem de perfil

De M. Alves a 14.09.2019 às 22:32

"Mas continuam a votar sempre nos mesmos."
Sim, e qual é o problema? Eu desde há muitos anos voto sempre no Bloco de Esquerda e vou continuar (até encontrar razões para mudar o que não parece fácil).
Imagem de perfil

De beatriz j a a 15.09.2019 às 03:59

quais mesmos?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.09.2019 às 10:55

Os mesmos é a merda, o que muda sao as moscas.
Sem imagem de perfil

De P. P. a 15.09.2019 às 13:18

Publicação muito pertinente.
Que bom seria poder dizer o oposto :/
Imagem de perfil

De beatriz j a a 15.09.2019 às 15:31

não tenho esperança porque os mesmos vão lá ficar e a mim ninguém me convence que a macieira do quintal, de repente vai começar a dar pêras...
Sem imagem de perfil

De P. P. a 15.09.2019 às 15:51

Partilho da mesma opinião. Independentemente da espécie da macieira :(
O que aborda nesta publicação parece o genótipo e fenótipo de uma parte cada vez mais significativa dos portugueses.
Imagem de perfil

De beatriz j a a 15.09.2019 às 15:53

'Independentemente da espécie de macieira'. Exacto.
O genótipo acho que é ir longe demais mas o fenótipo, sim.

Comentar post



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



edicoespqp.blogs.sapo.pt-Google pagerank,alexa rank,Competitor