Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





O ministro das 'coisas giras'

por beatriz j a, em 13.02.14

 

 

escolas-vao-poder-criar-disciplinas-ja-no-proximo-ano-letivo

 

"Queremos ir ainda mais longe, respondendo ao anseio de escolas, de alunos e de famílias que pretendem uma ainda maior liberdade curricular", declarou o ministro.

 

Os 'anseios' das escolas e famílias é ter uma escola que funcione com sentido, propósito e eficácia a vários níveis. Estas medidas fazem-me lembrar aquelas pessoas que, quando falam nas tarefas do DT realçam imenso a decoração dos dossiers com lacinhos e capinhas giras... porque, ou as escolas têm liberdade no crédito horário ou isto vai ser inútil. Pode até ser pior que inútil: pode ser prejudicial nas mãos de pessoas que entendam que umas horas por semana de 'práticas de passarinheiro' têm mais importância que as mesmas horas de Física e Química, por exemplo... enfim, [mais] um erro crato crasso.

Na realidade o que eu acho é que a autonomia das escolas é um instrumento meramente plítico com intenções políticas e que nada tem a ver com educação... e cá estaremos para ver se estou enganada...

publicado às 18:21


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics