Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





O eleitoralismo na educação

por beatriz j a, em 19.09.19

 

Escolas vão ter em conta necessidades de crianças diabéticas

A partir deste ano letivo as escolas passam a ter de garantir horários de refeições compatíveis com as necessidades de crianças com diabetes tipo 1 e de ajustar, se for caso disso, as condições em que são realizados exames nacionais e provas de aferição.

Queremos que toda a comunidade escolar passe a estar mais sensibilizada e que não exista estigma em torno da doença por exemplo por os alunos terem de injetar insulina.”

 

As escolas já têm em conta as necessidades dos alunos (a mania de chamar crianças a todos os alunos diz muito da infantilização do ensino) e nunca, em mais de trinta anos de trabalho, vi ou soube de algum estigma relacionado com alunos com doenças. Os próprios alunos é que, tendo doenças, não gostam que os colegas saibam e pedem-nos sigílio, muitas vezes incentivados pelos pais a esconder a doença e, por vezes, prejudicando os próprios filhos.

 

De resto, não só na alimentação mas na realização de exames, todos os alunos com doenças -epilepsias, lúpus, problemas reumáticos, neurológicos, etc, etc.- têm condições especiais para realizá-los mediante pedido à comissão de exames. Nunca vi, nem soube, da comissão de exames recusar um pedido. Os pedidos vão acompanhados de declaração médica e relatório do DT.

Todos os anos tenho alunos para quem peço condições especiais de realização de exames, que podem ser, fazer o exame em sala à parte ou usando computador, etc., dependendo da doença ou incapacidade que têm. 

 

De resto, sempre que tenho alunos diabéticos, os pais informam logo o DT no início do ano que os filhos podem ter que sair da aula para comer ou para outra necessidade. Como, aliás, somos informados de todos os alunos com necessidades especiais e estamos atentos a esses alunos. Os DT estão sempre a par da evolução das doenças e vão informando os colegas do que é necessário fazer para esses alunos.

 

E as direcções, sempre que há alunos a necessitar de condições especiais na refeição ou em outro assunto qualquer, disponibiliza o que é necessário. Mais uma vez, em mais de trinta anos, nunca vi, nem soube, de um caso em que a direcção recusasse atender às necessidades de alunos doentes ou com incapacidades.

 

Potanto, esta notícia a fazer parecer que as escolas estigmatizam alunos com diabetes e que este governo vem defender os direitos desses alunos e deixar que tenham condições especiais de trabalho é mais um embuste desta equipa, à custa do bom nome dos professores, com fins eleitoralistas.

 

publicado às 05:55


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics