Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Leituras ao crepúsculo

por beatriz j a, em 30.10.17

 

 

HEGEL'S PHILOSOPHICAL DEVELOPMENT

By RICHARD KRONER

 

Outro dia, enquanto procurava uns artigos sobre liberdade, auto-determinação e consciência, fui dar com um blog de um tipo que é completamente apaixonado por Hegel de tal modo que todos os posts que escreve são acerca de Hegel; pus-me a lê-lo e lembrei-me de como em certa altura, quando era muito nova e ainda mais ignorante, fui um bocadinho obcecada por interiorizar a filosofia dele porque tive dificuldade em mastigá-lo quando o estudei. Hegel é um filósofo que pode ler-se e compreender-se do ponto de vista lógico mas sem se perceber ao certo de que está ele a falar a não ser depois de ter-se um certo à vontade nos problemas da metafísica, da epistemologia, da lógica, etc., que eu na altura não tinha.

O certo é que o blog deste indivíduo ressuscitou-me o desejo, a curiosidade e a vontade de reler Hegel. Estou interessada na solução dele para o problema da liberdade da vontade.

Vou começar por reler hoje este pequeno estudo só para voltar a mergulhar dentro do universo mental hegeliano e das suas condicionantes. São 40 páginas de leitura leve. Lê-se num instante. Está todo online. 

 

publicado às 19:10


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics