Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

 

 

Sexta-feira fui até Lisboa. A intenção era ver uma exposição, almoçar com o filho e ir dar uma volta aos saldos. Vi a exposição, almocei com o filho mas, logo a seguir, entrei no alfarrabista da Sá da Costa ao Chiado e esqueci-me dos saldos. Perdi-me lá... Saí de lá com um livro do Xenofonte, o grande general grego (que na minha cabeça aparece sempre com a imagem daquele prussiano impressionante que agora não lembro o nome) também escritor, traduzido e prefaciado pelo Aquilino Ribeiro. Já li o livro numa edição inglesa há muito tempo mas a ideia de o ler traduzido pelo Aquilino -nem sabia que ele traduzia do grego- atraiu-me logo. Um prefácio fantástico (ainda se usava o trema, que delícia) onde conta a história da própria tradução (só por si é uma história à parte) que acaba com essas palavras que podem ler-se na imagem; embora escritas em 1938, podiam muito bem ter sido escritas hoje, mais coisa menos coisa. Sabendo nós o que aconteceu logo no ano a seguir, é dramático pensar que as palavras encaixam bem no tempo presente.

 

20160718_194545 (1).jpg

 

20160716_134339 (2).jpg

 

 

publicado às 20:12


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics