Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

 

Apoia-se a monarquia saudita governada por tiranos e assassinos e acaba-se com o acordo de não proliferação de armas nucleares.

Já não se suporta ouvir falar de Trump e de todas as asneiras que faz. Faz lembrar aqueles alunos que, apesar de serem uma pequeníssima minoria, um ou dois numa escola inteira normal, fazem tanta asneira, mas tanta, que toda a escola os conhece, ocupam grande parte das conversas dos seus professores e colegas, condicionam todo o trabalho de uma turma inteira e do seu conselho de professores.

É isto que temos: meia dúzia de líderes anormais condicionam toda a normalidade de biliões de pessoas. Mas os outros líderes todos fizeram, e fazem, a sua parte de conivência com estes poderes. E não mudam de caminho ou de velocidade, apesar de todos os sinais de perigo.

Uma pessoa fica doente a ler as notícias porque vê claramente o que as coisas podiam ser e o que são e sente-se impotente para mudar o rumo dos acontecimentos. É que enquanto as ondas são pequenas os diques de controlo repudiam-nas mas quando as massas de água ganham grande volume não há dique democrático nenhum que consiga parar a sua inércia de movimento.

 

 

 

publicado às 09:18


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics