Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

 

Isto de classificar testes e trabalhos é a pior coisa de ser professor. É um trabalho repetitivo, demorado (ontem comecei a vê-los e ao fim da 1ª hora tinha despachado apenas seis) porque uma pessoa tem que escrever anotações em cada teste, é frustrante pela quantidade de disparates que temos que ler vezes sem fim. É um trabalho mesmo custoso de fazer, não pela dificuldade em si mas pela quantidade de horas brutais que se gasta numa tarefa repetitiva e não criativa.

Enfim, isto foram umas mini-mini-férias... deu para dormir e descansar, o que é melhor que o nada em que estava há mais de um ano, claro, mas não para desligar do serviço, tantos que são os testes ali em cima da mesa todos os dias a olhar para mim.

Vou ao mercado comprar quaquer coisa boa para me motivar :) Domingo passado fui ao mercado e por acaso passei num dos talhos e vi uma fotografia enorme a preto e branco, pendurada na parede, de um talhante com um bebé e três crianças, num armazém de talho antigo. A fotografia está tão espectacular que fui lá perguntar quem eram as pessoas da fotografia. O homem do talho disse-me que o bebé é ele próprio quando tinha cerca de um ano e meio, ao colo do pai, o talhante. As outras crianças são primos. Depois contou-me a história da fotografia e do talho da família. Há pessoas interessantes por detrás de uma aparente normalidade :)

 

publicado às 07:44


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics