Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





As dragagens no Sado

por beatriz j a, em 15.09.18

 

Providência cautelar contra dragagens no Sado entra no tribunal

O grupo de moradores na Serra da Arrábida entendeu avançar com esta medida pela manutenção das praias ameaçadas pela remoção de areias da foz do Rio Sado.

Pedro Vieira, presidente do Clube da Arrábida, critica a inexistência dum Estudo de Impacte Ambiental para estas dragagens que vão permitir a entrada de navios de contentores com maior porte no Porto de Setúbal. "Não se pode aprovar uma medida destas apenas pelo benefício económico sem olhar para os danos que vai causar no ecossistema", frisa Pedro Vieira, que teme pelo desaparecimento do areal das praias da Figueirinha, Galapos, Galapinhos, Coelhos e Portinho da Arrábida.

 

 

As areias das praias têm sido levadas pelo mar e vêem-se agora rectas de bancos de areia, lá longe, na linha que conduz à foz do rio Sado, por onde passam super-petroleiros, navios de contentores e outros navios. Nada tem sido feito para assorear as praias e agora vão dragar aquelas areias e a consequência provável é o mar vir buscar o que resta dos areais. Se ao menos dragassem aquelas areias e viessem pô-las nas praias... mas calculo que o objectivo seja vendê-las para ganhar mais dinheiro. Tudo à custa da destruição do meio ambiente... mas se o primeiro ministro dá o exemplo, o que se espera das autarquias...?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:18



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog