Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





As artistas e os nús masculinos

por beatriz j a, em 24.02.18

 

 

Johan Zoffany pintou, em 1771-72, os membros da Real Academia Das Artes Inglesa. Angelica Kauffman e Mary Moser estão ausentes, embora pertencessem à Academia, pela razão de estarem presentes dois modelos masculinos nús e a mentalidade da época não considerar apropriado que mulheres andassem em sítios onde os homens se expunham nús, muito menos pintá-los. Ele pô-las lá subtilmente, nas pinturas penduradas na parede à direita.

Na verdade, até há poucos anos, o lugar das mulheres na pintura era dentro das telas, pintadas por homens. As mulheres eram desencorajadas de ser artistas, tinham de expor obras com nomes de homens e foram muitas vezes roubadas pelos homens.

Isto vem a propósito das mulheres em Espanha se terem manifestado, na abertura da ARCOMadrid, da falta de mulheres entre os artistas escolhidos que são quase todos homens. O Museu do Prado tem quatro mulheres expostas nas suas paredes...

Hoje em dia as mulheres já podem pintar nús e mais o que quiserem mas continuam a ser secundarizadas como artistas.

 

 

 The portraits of the Academicians of the Royal Academy, 1771-72,  Johan Zoffany.

 

publicado às 19:49


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics