Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

 

 

Rei da Suécia nega envolvimento com prostitutas

O rei da Suécia, Carlos XVI Gustavo, negou as notícias que o têm associado a clubes de strip tease e ao mundo do crime organizado.

O desmentido surge quando têm vindo a público vários escândalos envolvendo a família real. De acordo com as sondagens a maioria dos suecos é favor que Gustavo, de 65 anos, no trono há 37, abdique a favor da filha, Vitória.

 

Acho que era o Descartes que dizia que a aprendizagem da História é contrária à aprendizagem moral, na medida em que ensina como heróis os piores exemplos morais. E, na realidade assim é. Ensinam-nos a admirar indivíduos que invadiram países, mataram e oprimiram povos inteiros com grande violência e por aí fora, só porque tiveram sucesso ou poder.

Isto acontece a todos os níveis. Por exemplo, esta semana ouvia uma pessoa na TV a dizer, sobre o Pinto da Costa, que era preciso reconhecer ser ele um grande dirigente porque o Porto ganhou quase todos os títulos que tem com ele. Que os tenha ganho, por suposição, com recurso a subornos, prostitutas, gente que dá sovas e ameça pessoas e etc., é coisa que não parece ser relevante nesta avaliação, quando a questão é exactamente essa: todo o sucesso é de mérito e invejável ou existe sucesso vergonhoso que devia ser considerado fracasso devido aos meios utilizados para o alcançar?

Quanto a mim nenhum sucesso impressiona que seja erigido sobre corrupção ou crime.

Passa-se em todo o lado este fenómeno. O rei da Suécia, esse país sempre citado pelas virtudes de liberalismo, democracia e igualdade social, está metido com strippers, prostitutas e crime organizado!? Toda a sociedade tem uma educação retorcida. Um rei mete-se nestas coisas para quê? Não lhe chega o poder e riqueza que tem?

Isto é que mina a educação dos povos. Exalta-se a não violência mas depois pratica-se a violência como atalho para o sucesso e veneram-se

as pessoas que o fazem! As mesmas pessoas que falam no mérito ganham os lugares de poder à custa de cunhas e trafulhices.

É triste ver que o sacrifício que gerações fizeram para criar riqueza, paz e qualidade de vida na Europa esteja em franco retrocesso por causa duma ideia de sucesso distorcida.

Desde que o mundo para lá da cortina de ferro se desfez todo o planeta se converteu ao capitalismo e ao sucesso a qualquer preço.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:22

g.a


3-8-12




no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



PageRank