Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





metasteses

por beatriz j a, em 14.06.09

 

 

 

Correio da Manhã

Derrapagem dá prémio

Cinco obras públicas tiveram uma derrapagem total de 241 milhões de euros, mas houve espaço para atribuir milhões de euros em prémios aos empreiteiros e projectistas pelo trabalho desenvolvido.

 

Na construção do túnel do Terreiro do Paço, o desvio ao orçamentado foi de 29 milhões. Mesmo assim, os responsáveis públicos decidiram atribuir 16 milhões de euros ao empreiteiro responsável. Para além da derrapagem de 29 milhões, o atraso nos prazos de conclusão na obra do Terreiro do Paço foi de 2,8 anos, segundo o último relatório do Tribunal de Contas (TC).

Também na Casa da Música, que das cinco empreitadas tem a pior classificação em todos os sentidos, com uma derrapagem de 62 milhões de euros e um atraso de 4,6 anos, houve margem orçamental para atribuir 10,4 milhões de euros ao empreiteiro "a título de gestão e coordenação".

O TC, que se refere a estes prémios como "aspectos peculiares", refere ainda que, apesar dos prazos não terem sido cumpridos", os projectistas envolvidos receberam um milhão de euros como prémio e honorários "superiores aos devidos".

 

No total, as cinco obras custaram aos contribuintes 726,4 milhões de euros quando o custo calculado era de 401 milhões de euros.

 

Palavras para quê?

A única pergunta que se pode fazer é:  como é possível tanta corrupção ser toda às claras? É possível talvez porque as pessoas estão tão protegidas que já nem se dão ao trabalho de mascarar. E, se assim é, isso significa que a as mestasteses do cancro da corrupção estão já espalhadas por todo o corpo de modo que não se consegue remover o tumor.

Porque, o que reparamos, é que em todos os governos há gente corrupta, seja de que partido forem. Mas geralmente são casos isolados e quando se descobrem demitem-se e tal... Agora o que é muito raro é que esses corruptos tenham penetrado em todo o aparelho do estado e se tenham extendido a toda a sociedade.

É claro que o que vem de cima como exemplo, é isso mesmo, «exemplo»; e o que é exemplo exemplifica um modo de fazer as coisas; e as pessoas que buscam exemplos como guias para fazer as coisas (que serão, talvez, a maioria) copiam os exemplos e seguem-nos. Daí o estado geral do país ser equivalente a um corpo atacado de cancro já avançado e com 'filhos' por todo o lado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:29



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics