Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





contestação

por beatriz j a, em 30.05.10

 

 

"A contestação não vai a lugar nenhum"

A ministra do Trabalho e da Segurança Social afirmou que o Governo reconhece "o direito constitucional à manifestação", mas que "Portugal precisa mais concertação e menos contestação" e apelou a uma postura de diálogo.

 

Uma pessoa lê e não acredita que responsáveis ministeriais dum governo que aumenta as despesas dos ministérios, rouba os trabalhadores com impostos retroactivos ao mesmo tempo que deixa os 'amigos' apropriarem-se de dinheiros públicos com manigâncias (como o caso do Magalhães, por ex.) e meterem o dinheiro do país em contas no estrangeiro; que mentem descaradamente, tentam eles próprios enganar o fisco, e um rôr de outras coisas que não há blogue que chegue para enumerar, venha depois criticar a contestação e apelar ao diálogo!!!!!?????

Diálogo? Que diálogo? Com quem? Com quem garante à segunda e à terça faz exactamente o contrário do que garantiu? Com quem aumenta os apoios à banca ao mesmo tempo que retira os apoios aos desempregados?

 

Porque é que o primeiro ministro, que ama tanto o ditador Chavez, não fica por lá pela Venezuela? Abra uma 'franschising' de Magalhães e fique por lá a vendê-los, por exemplo. Leve o Santos Silva que não tem nenhum tipo de utilidade e só sabe é gastar dinheiro. Acompanhe-se do Costa que é outro que tal e de todos os outros que desde o 25 de Abril se arrastam como as preguiças pelos cargos do poder sem préstimo nem valor. E levem os amigos: o clone, o sucateiro, o vara, o 'venham todos' e etc. A sonsinha também, não se esqueçam dela.

 


publicado às 11:09


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics