Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Entanglement - fascinante

por beatriz j a, em 30.03.09

 

 

 

 

 

 

Este é um fenómeno real demonstrado em experimentações. Einstein chamava-lhe, spooky action at a distance. Ainda não existe enquadramento teórico para o explicar. Uma explicação sugere que em tempos todas as particulas da Terra estiveram compactamente ligadas e que, por isso, ainda mantêm essa ligação e interagem (comunicam) a distâncias incríveis a uma velocidade não limitada à velocidade da luz e através de meios de comunicação desconhecidos; ou, é a mesma particula, embora pareçam ser várias em vários pontos distantes entre si.

Fascinante!

 

 

 

 

publicado às 12:11


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Luis Contumélias a 01.04.2009 às 10:52

Olá cara Beatriz. Tudo bem.
De forma nenhuma achei que tinha chamado nomes.
Como o espaço aqui é reduzido tento dizer tanto em tão pouco
que sairá algo confuso. Eu ao reduzir ao mínimo a demonstração
exposta, apenas queria dizer que está "cá" tudo. Não, e creio eu, não
existe nada transcendental apenas desconhecido! Esta investigação
dura a várias décadas e até na tentativa do teletransporte foi
testada com êxito. Este efeito desconcertante foi aí confirmado ao
constactar a duplicação (?) de partículas ao invés de viajar do ponto A
para o receptor B. Claro que a possibilidade das partículas viajarem
a velocidades 10000 vezes superiores á da luz não é posta de parte.
No meu caso pessoal sou um vulgar habitante deste Planeta. Sem
qualquer formação, limito-me ao que tenho dentro da cabeça e
chocalho-a de vez em quando de forma a que o conteúdo não seque.
Como ser finito que sou e será por isso mesmo não consigo
formar uma ideia do eterno.
Se existe o componente espiritual? Já acreditei mais na possibilidade.
Esta efeito entanglement deitaria por terra essa existência imaterial.
Para finalizar quero dizer que é um grande prazer trocar
idéias com quem fala e tem a arte de sabe ouvir.

Comentar post



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics