Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Futuros governantes

por beatriz j a, em 24.03.09

 

 

 

Tenho aí uma meia dúzia de alunos talhadinhos para as cadeiras do poder.

Escrevem mal e têm vocabulário muitísssimo reduzido (todas as palavras lhes são estranhas e riem-se muito delas - divã, por exemplo, provocou risos desenfreados e perguntaram se eu não estaria enganada ou a inventar palavras!) mas não se coibem de corrigir o meu português, ou o dos filósofos e outros pensadores; aliás, também são especialistas em dar opiniões que, naturalmente, são, de longe, muito mais importantes que as reflexões de qualquer pensador, cientista ou filósofo, já para não falar das minhas.

Não estudam, são cábulas profissionais, mas negam sempre a prevaricação. É claro que a culpa dos maus resultados é notoriamente minha, até porque se escreveram disparates nalgum teste só o fizeram porque foi tal qual o que eu disse nas aulas, sendo que a prova provada é que está escrito naquele objecto enrolado e puído de tanto encher o bolsos de trás a que chamam caderno.

O objectivo imediato deles é passar sempre sem terem de estudar e a seguir arranjar emprego que dê muito dinheiro sem que seja necessário trabalhar.

São mal educados, não tanto por malícia mas por ausência de consciência das coisas - «não se medem», têm aquela arrogância um bocado confrangedora de quem, para explicar que andou neste ou noutro curso, fala da sua carreira académica...

Enfim, são cerca de meia dúzia entre os dezassete e os dezanove anos. Quando olho para eles parece-me estar já a ver sócretinos, moreiras, rodrigues, lemos, pedreiras e afins em potência.

 

 

 

publicado às 13:15


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Luis Contumélias a 24.03.2009 às 16:38

E que bem que eles são apoiados no culto do carneirismo da mediocridade da descontracção e de alguma estupidez natural...
Temos governantes assegurados para mais do mesmo, assim sendo.
Tudo assenta em falsos valores.
Imagem de perfil

De beatriz j a a 24.03.2009 às 17:58

Também acho que desta crise nada de novo, para melhor irá sair - só mais do mesmo; e a escola, obedecendo a ordens superiores, serve para nivelar a sociedade na mediocridade. É uma luta inglória.

Comentar post



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics