Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

 

 

Melhor biografia/autobiografia

 

Desert Queen, The Extraordinary Life of Gertrude Bell: Adventurer, Adviser to Kings, Ally of Lawrence od Arabia by Janet Wallach


 

 

 

Gertrude Bell (1868-1926) teve um papel fundamental na criação do Médio Oriente depois da primeira grande guerra. Algumas das façanhas que se atribuem ao Lawrence da Arábia, na realidade devem-se a ela. Não foi apenas uma viajante intrépide, mas inconsequente, não. A sua história está ligada à história do mundo árabe do pós-guerra.

Li este livro num ápice. Num fim de semana, ou isso, apesar de ser um livro de 400 páginas de letra pequenina. É que, não só está admiravelmente escrito, como a história da vida desta mulher poderosa de quem nunca tinha ouvido falar, é extraordinariamente cativante e, às vezes, raia o inacreditável.

Gertrude Bell é uma daquelas pessoas de quem se diz que é larger than life. Na fotografia que aparece na capa, tirada em 1921 na Conferência do Cairo, ela aparece entre Churchill e T. E. Lawrence.

Era oriunda duma família abastada de Newcastle, onde estão agora todos os seus documentos: diários de viagem, milhares de cartas e de fotografias arqueológicas e papéis pessoais. Foi uma das primeiras mulheres a graduar-se na Universidade de Oxford. Viajou pela Europa e pelo mundo e, nessas viagens, ganhou um encantamento pelo mundo árabe e pelo deserto. Aprendeu as línguas arábicas e fez, sozinha, viagens arqueológicas, atravessando os vastos desertos. Nessas aventuras, com histórias mirabolantes, travou conhecimeno e ganhou o respeito e confiança dos chefes das tribos e dos xeiques cujos territórios atravessava. Por causa disso, mais tarde, o governo britânico contratou-a como principal conselheira e intermediária nos assuntos árabes. Sendo conselheira de Lawrence, a quem fornecia informações, foi mais tarde conselheira do princípe Faisal, na construção do estado do Iraque.

É um livro extraordinário, que vale muito a pena ler. Eu gosto muito de biografias. Acho inspiradora a vida de alguns outros que foram mais longe ou viram mais longe ou foram capazes de mais que o comum das pessoas. Exemplos positivos do melhor que os seres humanos são capazes. Talvez seja infantil... uma necessidade de heróis...? ... não sei, mas gosto de saber que existiram pessoas destas no mundo. Pessoas que foram seres humanos excepcionais. Talvez isso seja um indicador de que ainda as existem e, talvez eu precise de acreditar nisso para anular o peso das outras, que são legião...

 

publicado às 21:12


2 comentários

Imagem de perfil

De Alice Alfazema a 28.10.2013 às 22:04

Fiquei com vontade de ler. E hoje já é dia 28...só mais trinta.
Imagem de perfil

De beatriz j a a 28.10.2013 às 22:43

:) já só faltam mais 2 dias. tenho que inventaar algo interessante.

Comentar post



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics