Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

 

 

Um livro que pensava ser um bocado aborrecido e acabou por adorar

 

Cairo, A Cidade Vitoriosa, de Max Rodenbeck, Publicações Europa-América

 

 

 

David Roberts

 

 

Cairo -Al-Qāhira-, o lugar mítico da batalha entre Seth e Horus, onde este perdeu o olho e a cidade se ergueu.

Comprei este livro em 2008, uns meses antes da viagem que fiz ao Egipto. Tenho esse hábito de antecipar o prazer das viagens lendo sobre os locais que vou ver. Descobri a importância disso quando fui à Grécia, porque, tendo estudado a cultura grega, reconheci muitos locais e, por causa dos livros que lera, aproveitei melhor o seu significado. Esse significado é uma ruptura com a indiferenciação própria de quem vê coisas pela primeira vez sem nada saber delas. No caso de Atenas, em alguns sítios, quase podia ver os filósofos discutindo sobre um assunto qualquer, Demóstenes discursando na Assembleia ou o Alcíbíades exibindo-se pela cidade.

Foi assim que resolvi ler sobre o Cairo antes de lá ir e comprei este livro. Muitos livros sobre países e cidades são secos e um bocado aborrecidos. Dão muita informação, geralmente organizada por assuntos: demografia, história, geografia, etc. Mas não este livro! Este livro não tem uma página aborrecida. É escrito por um jornalista americano que viveu muito tempo no Cairo. Conta, de maneira verdadeiramente apaixonada e apaixonante, a história dos seus 5000 anos, conseguindo dar conta da história fascinante e da multiplicidade de culturas que ali se cruzam desde o tempo dos faraós, passando pela glória medieval, os mamelucos, a invasão dos turcos, dos britânicos, do Napoleão... conta a grande história e a pequena história, percorre os diferentes bairros da cidade, anda pelos bazares, pela rua velha, que se mantém inalterável, no aspecto e nos cheiros a especiarias, vai à cidadela, ao bairro copta, a heliópolis, à cidade dos mortos, a Giza, já nos arredores, ao Nilo e ao deserto. É ao mesmo tempo um livro de aventuras, um relato histórico e um guia de viagem.

 

 

   O consumidor de ópio encontrava prazer imediato...

   Enquanto que a risada do bêbado estava no auge.

   Copos cheios por baixo da lua cheia...

   Enquanto poetas cantavam a mais suave das árias.

 

   Agora o tempo apagou estas recordações...

   Oh olhos, derramam lágrimas de dor. Oh coração, aguenta!

   E os favores de Deus abençoaram aqueles dias de alegria quando o Cairo era seguro.

 

    Badr al-Din, queixando-se da degradação do Cairo,no séc. XV, citado por Rodenbeck

 

publicado às 22:14



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics