Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





As declarações do primeiro ministro

por beatriz j a, em 17.09.13

 

 

 

Passos diz que foi obrigado a "prescindir de saúde, educação e segurança social"

O primeiro ministro diz que foi a dívida contraída nos últimos 15 anos levou à necessidade de prescindir de saúde, educação e segurança social no presente. E garante que não vai mudar de discurso

Acho estas declarações duma gravidade tal que até me custa a acreditar que o indivíduo tenha dito tal coisa...

A palavra prescindir significa, Não precisar de; dispensar, renunciar, recusar. Não ter em consideração; abstrair. Ou seja, o primeiro ministro admite ter renunciado da educação, saúde e segurança social; isto é, admite não ter em consideração esses três sectores que são os sectores que nos mantêm a funcionar enquanto país, nação independente. Logo, o primeiro ministro prescindiu do país! É que prescindir não é o mesmo que fazer cortes, embora mantendo o sistema. Não. Prescindir é aceitar aniquilar. Um primeiro ministro tem que trabalhar para o desenvolvimento do país e não para a sua 'abstracção'. Tem que saber negociar e, se não sabe, dê o lugar a outro. Fazer política é isso, não é governar-se a si e aos amigos. Se o primeiro ministro tivesse vergonha na cara demitia-se...

publicado às 16:52


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics