Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Livros que vou descobrindo cá em casa

por beatriz j a, em 10.08.13

 

 

 

 

... enquanto faço a lista de livros para vender/dar. Desta vez descobri, Manual Epistolar ou Arte de Escrever Todo O género de Cartas, coordenado por um tal J. F. Escobar pela Livraria Portuguesa em New Bedford, Mass. Infelizmente não tem data (irrita imenso isto dos livros virem sem data de impressão) mas vê-se pelo papel e pela escrita que deve ser do final do século XIX ou início do século XX.

Tem modelos de cartas para tudo e mais alguma coisa: para pedir um empréstimo, para adiar o pagamento de uma dívida, de amor, de amante, de filhos, de pais, de aviso, de convite, de negócio, para religiosos, para amigos, para convencer pessoas a carasem-se, etc. São mensagens curtinhas, na maior parte, parrecidas com o que seriam, hoje em dia, sms, mas com a diferença de estarem escritas num tom sempre cerimonial, mesmo quando são cartas para amigos.

Também tem modelos de bilhetes com instruções sobre como dobrá-los e a quem se pode, ou não pode, enviar bilhetes, etc. Na introdução às cartas de desculpa diz o seguinte:

 

Determinam as circunstancias como devemos usar estas desculpas, mas sejam elas quais forem, não convem manifestarmos despeito ou baixeza.

As pessoas ingénuas e francas, facilmente confessam os erros cometidos, mas tais pessoas são raras.

Convem usar de suma delicadeza para com as que queremos apaziguar.

Devemos manifestar-lhes o dissabor que sentimos de havê-las ofendido e mostrar-mo-nos dispostos a reparar a nossa falta.

Se leve foi, poderemos fazê-lo em tom franco e mesmo jocoso; porém, nunca mofador, pois seria envenenar a ferida que queríamos cicatrisar.

 

Lindo, não é? Vou ficar com este :)

 

 

 

 

Tags:

publicado às 13:47



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics