Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





o futuro

por beatriz j a, em 29.12.09

 

 

Há cada vez menos famílias com filhos
A proporção de famílias com filhos caiu quase um ponto percentual em 2008, representando 55,9 por cento do total de famílias, quando há seis anos este valor situava-se nos 59,6 por cento, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (SOL)

 

 

E cada vez haverá menos. Ter filhos é um luxo neste país. Caríssimo. E como se isso não bastasse, as mulheres são descaradamente discriminadas no trabalho por terem filhos, de modo que, ou não os têm ou adiam até à última o momento de os ter. Mesmo na administração pública, onde o Estado deveria dar o exemplo há discriminação. E, tendo poucas crianças para cuidar, apesar de saber que são o futuro do país, que faz o Estado? Cuida delas? Dá-lhes uma educação de qualidade para que, ao menos, essas crianças, embora poucas, venham a ser cidadãos/cidadãs de valor e préstimo para o país? Não! Pelo contrário. Descura completamente a sua educação, que põe na mão de ministros sem valor ou mérito ou até trespassa o assunto para uma qualquer repartição de finanças; trata mal os professores: quanto melhores são mais se esforça por pô-los a andar das escolas; deixa as escolas sem condições e às mãos de socratezitos ou de pessoal das autarquias.

Grande futuro se está a construir para este país...

 

 

publicado às 21:28


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics