Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Diário de bordo

por beatriz j a, em 26.05.15

 

 

 

Tenho tantos testes para ver que agora ando sempre com eles atrás, vá para onde for e assim que tenho 10 minutinhos livres sento-me em qualquer sítio e aproveito para despachar um teste ou dois. Se vou almoçar ou beber um café, por exemplo, aproveito para ver um teste ou outro antes da comida ou do café chegarem. Se me der para ir ao cinema no fim de semana vou com os testes atrás... enfim, são uma espécie de apêndice esquizofrénico que me fazem mudar de personalidade de um momento para o outro e desatar a fazer marcas em papéis.

 

 

publicado às 14:10

 

 

 

Alunos sem aulas para professores classificarem exames

 

O presidente da Associação Nacional de Dirigentes Escolares (ANDE), Manuel Pereira, lamentou nesta segunda-feira que “mais uma vez” se esteja “a demonstrar que para o Ministério da Educação e Ciência os exames são mais importantes dos que os alunos”.

 

Tanto representantes dos directores como dos pais e professores têm contestado o calendário das provas do 4.º e do 6.º, em Maio.

 

 

Tags:

publicado às 05:26


Adolescentes.com

por beatriz j a, em 26.05.15

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

rockandriotcomic.tumblr.com

 

 

publicado às 04:44


How many assholes do you know?

por beatriz j a, em 26.05.15

 

 

 

“The asshole (1) allows himself to enjoy special advantages and does so systematically; (2) does this out of an entrenched sense of entitlement; and (3) is immunized by his sense of entitlement against the complaints of other people.” (Aaron James)

 

What separates the asshole from the psychopath is that he engages in moral reasoning (he understands that people have rights; his entitlement simply leads him to believe his rights should take precedence). That this reasoning is systematically, and not just occasionally, flawed is what separates him from merely being an ass.

 

Donald Hambrick, of Penn State told me it sounded “almost identical” to academic psychology’s definition of narcissism.

 

Grant argues that many takers are good at hiding their unpleasant side from potential benefactors—at “kissing up and kicking down,” as the saying goes—which is undoubtedly part of the story: a number of studies indicate that takers show one face to superiors, whence promotions flow, and another to peers and underlings.

 

Research stretching back to at least 1972 had shown that power corrupts, or at least disinhibits. High-powered people are more likely to take an extra cookie from a common plate, chew with their mouths open, spread crumbs, stereotype, patronize, interrupt, ignore the feelings of others, invade their personal space, and claim credit for their contributions.

 

“It’s just that being fully self-deceived gets you further,” he says.

 

Jerry Useem

 

 

publicado às 04:21


Sade & Santana - why can't we live together

por beatriz j a, em 25.05.15

 

 

 

 

 

publicado às 16:00

 

 

Omar Sharif, um árabe educado como cristão, convertido ao islamismo, renegado pelos países muçulmanos por ter representado uma cena de amor com uma judía (Barbra Streisand), inesquecível no papel de Dr. Zhivago, no filme com o mesmo nome e, no papel de Sherif Ali, no filme Lawrence of Arabia. Quem viu o filme não se esquece da cena da miragem em que ele aparece no meio do deserto, nesse filme magnífico e belíssimo, embora incorrecto do ponto de vista histórico, com aquela música enorme que enche as medidas:

 

 

 

Numa entrevista, em 2004, fala sobre Israel e a Palestina, sobre a sua vida, a democracia, o Ocidente e o papel da religião na vida humana.

 

 

Para quem quer ver um filme dele mais recente, de 2003, pelo qual ganhou o prémio Cesar de melhor actor (o filme é uma jóia):

 

 

publicado às 15:12

 

 

 

 

Olhe-se lá esta porcaria de edifício horroroso na Av. da Índia. Faz lembrar um pedregulho que tenha caído em cima de uma formiga. Um desperdício de espaço, uma coisa brutal e ofensiva no meio do casario típico lisboeta.

 

 

Os coches estavam aqui, nesta sala linda que os contextualiza:

 

publicado às 10:31


Grandes metáforas da vida

por beatriz j a, em 25.05.15

 

 

 

imagem da net 

 

 

publicado às 08:30


Isto é só rir...

por beatriz j a, em 24.05.15

 

 

 

Estive a ver uma conversa com Helder Sousa, o Presidente do IAVE. Achei piada que o Presidente do IAVE dissesse que nestes anos todos só tiveram quatro erros em exames... ahaha, quer ele dizer que nestes anos todos, apesar de imensos erros nos exames só reconheceram quatro... diz que o certificado do PET é muito importante... ahah pois claro que as empresas vão perguntar aos alunos, daqui a anos, quando forem candidatar-se a um emprego, se têm um certificado de inglês de nível I ou II (equivalente ao inglês mais básico) em vez de lhes fazerem um teste para saberem do seu nível de inglês... também diz que sim, que sabem fazer testes mais difíceis e mais fáceis e pôr e tirar questões dos exames e, consoante isso, sabem prever as notas dos alunos MAS... isso não permite manipular notas de exames AHAH... deixa-me rir outra vez AHAHAH

 

 

publicado às 21:53


WHAT??!!

por beatriz j a, em 24.05.15

 

 

 

(do blog Do Portugal Profundo)

 

No Projeto de Programa Eleitoral do PS, de 20-5-2015 (página 6), no capítulo IV («Um Estado forte, inteligente e moderno»), ponto 1.5. («Melhorar a qualidade da democracia»), medida 1.5., que o Público revelou, pode ler-se:
«o PS defende designadamente o seguinte:
(...) A garantia de proteção e defesa do titular de cargos políticos ou públicos contra a utilização abusiva de meios judiciais e de mecanismos de responsabilização como forma de pressão ou condicionamento»
. (Realce meu).
..
Nenhum político na cadeia?
Proibido incomodar corruptos se forem políticos?
Eles eram os homens do Socas...
 
 
 

publicado às 19:55


John and Alicia Nash

por beatriz j a, em 24.05.15

 

 

 

John Nash, Nobel Prize Winner and Subject of 'A Beautiful Mind,' Killed in Car Crash

 

Mas que pena... duas pessoas com uma vida tão inspiradora e ainda com tanto para dar morrerem assim... de um modo violento... um fim trágico numa vida tão difícil... ainda ontem estive a falar de uma morte idêntica, uma coisa violenta num acidente de carro... coincidências... 

 

 

publicado às 19:32

 

 

 

 imagem da net

 

 

publicado às 09:46


Pensamento deste dia

por beatriz j a, em 24.05.15

 

 

 

 

Better a cheeky troll than a miserable cynic or a blinkered fanatic. (Awet)

 

 

publicado às 09:22

 

 

 

Pobres alunos 

 

      «Joias amontoadas sobre bandejas de cobre: esmeraldas de um verde vivo, diamantes cristalinos como a água, ágatas multicores. Ali caminha sobre grossos tapetes da Índia e da Pérsia, nos quais tropeça. Quantas gerações de ladrões terão sido necessárias para acumular riquezas tão fabulosas!» É um trecho do texto do II grupo da prova final de Português do 2.º ciclo. Lá estão as «joias», e está certo, porque o ditongo -oi- (e -ei-) das palavras graves deixaram de ser acentuadas. No entanto, no exemplo de resposta, lê-se: «As esmeraldas de um verde vivo, os diamantes cristalinos e as ágatas multicores são jóias brilhantes e, por isso, dão luz à caverna.» Como é podem ser tão exigentes com os alunos, quando eles próprios perdem o pé e metem os pés pelas mãos?

 

Helder Guégués 

(linguagista.blogs.sapo.pt)

 

 

publicado às 08:33


Elgar Cello Concerto, Jacqueline Du Pre

por beatriz j a, em 23.05.15

 

 

até arrepia...

 

 

 

publicado às 22:41


Acerca de trollar alunos :))

por beatriz j a, em 23.05.15

 

 

 

Tags:

publicado às 22:10


Isto é nos EUA mas podia ser cá

por beatriz j a, em 23.05.15

 

 

Why Are Great Teachers Leaving the Classroom?

by Liz Dwyer

 

 

publicado às 21:59


Acerca da relação patrão-trabalhador

por beatriz j a, em 23.05.15

 

 

 

 

 John Holcroft

 

 

Tags:

publicado às 21:11


Pensamentos deste dia

por beatriz j a, em 23.05.15

 

 

 

“You don’t remember what happened. What you remember becomes what happened.” (John Green)

 

“Maybe there’s something you’re afraid to say, or someone you’re afraid to love, or somewhere you’re afraid to go. It’s gonna hurt. It’s gonna hurt because it matters.” (John Green)

 

 

 

publicado às 21:09


Diamantes de Sangue de Rafael Marques

por beatriz j a, em 23.05.15

 

 

 

 A editora Tinta da China decidiu disponibilizar na respetiva página de internet e pela página oficial de Rafael Marques uma versão PDF de “Diamantes de Sangue”. 

 

[Descarregue aqui o PDF do livro de Rafael Marques ]]

 

 

publicado às 09:37



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics