Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Sem comentários...

por beatriz j a, em 29.05.13

 

 

 

(...) tinham trazido os seus filhos para um concerto para maiores de 6 anos, cujas portas abriram às 19h30

 

(...)

 

Rihanna começou o concerto ao som de ‘Mother Mary', que tem servido de introdução a todos os espetáculos da Diamonds World Tour. Quando chegou a vez de ‘Birthday Cake', a artista simulou um orgasmo em palco, ao mesmo tempo que gritava: "Lisbon!"

 

publicado às 14:44


Desemprego: arma de destruição maciça

por beatriz j a, em 29.05.13

 

 

 

 

Crise leva fome a 40% dos carenciados

Inquérito apura que em 2013, apenas 23% dos respondentes têm dinheiro para comprar comida até ao final do mês.


Quase 40% dos participantes num inquérito da Federação dos Bancos Alimentares Contra a Fome confessaram ter passado um dia sem comer por falta de dinheiro e mais de metade disseram que o rendimento familiar “nunca é suficiente para viver”.



publicado às 14:37


Regresso ao passado

por beatriz j a, em 29.05.13

 

 

 

 

Hoje estava a trabalhar na Mediateca, com os 'phones' do Mp3 postos, a ouvir música, para me concentrar e isolar do contexto. Tinha a música no shuffle. A certa altura sai-me de lá a 'Carta' dos Toranja. Já não ouvia a música há anos. De repente, vi-me no passado, naquele Verão de 2003. Maio e Junho com temperaturas de 40º graus e nós a lixar cadeiras, a pintar mesas e paredes naquela sala 43, enfornante. Deu-me umas saudades...

 

 

 

 

publicado às 14:31


Alomoços?

por beatriz j a, em 29.05.13

 

 

 

 

 

 

Chegar a a casa tarde e más horas para almoçar, dá nisto...

 

 

 

publicado às 14:03


non dormi?

por beatriz j a, em 29.05.13

 

 

 

 

 

 

 

Tu non dormi. No. Io non dormo.
Stiamo parlando sotto le stelle.
Siamo qui, due rose meditabonde
nella pace della terra.


Juan Ramòn Jimenez



publicado às 04:49


The loneliest planet

por beatriz j a, em 28.05.13

 

 

 

 

 

(spoiler alert) Estive a ver este filme. Muito bom. Um casal muito jovem contrata um guia e vai viajar pelas montanhas do Cáucaso, entre a Turquia e a Geórgia. Vão numa espécie de lua de mel, sempre na brincadeira e numa alegria e cumplicidade esfuziante. Até que aparece um grupo de homens armados que começam a falar com o guia e a certa altura apontam a arma ao casal. Institivamente, o homem puxa a mulher, que estava a seu lado, para a sua frente, como escudo, para se proteger. Dá-se conta do que fez e põe-a atrás de si e fica ele a fazer de escudo. Isto dura um segundo, mas a partir daí já nada é como era. Passam a andar muito sérios e calados, cheios de cortesias. Ela não consegue aproximar-se dele, como se não o reconhecesse. Perdeu a confiança nele. E ele, completamente derrotado, não consegue aproximar-se dela, porque também não se reconhece a si mesmo naquele gesto instintivo que teve. E porque vê a desconfiança que ela tenta disfarçar. Dá muito que pensar, o filme.

 

 

 

publicado às 23:18


Lovers to be

por beatriz j a, em 28.05.13

 

 

 

 

 

Common Hoopoe/May 2013/Kotagiri/Nilgiri/Tamilnadu/India.
Common Hoopoe/By Dharuman Nanjan

publicado às 20:31


Dos alunos

por beatriz j a, em 28.05.13

 

 

 

 

Hoje fui à escola, ao fim do dia, para uma apresentação de trabalho, facultativo. Os alunos, quando se entusiasmam com as coisas, são capazes de muito mais do que pensamos, muito mais do que eles próprios sabem :))

 

publicado às 20:27


Dos alunos

por beatriz j a, em 28.05.13

 

 

 

 

Talhante? Que é isso, professora?

 

Tags:

publicado às 20:26


claro

por beatriz j a, em 28.05.13

 

 

 

 

Educação

Crato vai reduzir vagas e cursos no ensino superior já este ano

Presidentes dos politécnicos e reitores estimam que “um terço da oferta formativa” está em risco de encerrar, sobretudo no interior do País.


Oh pá, fecha tudo, meu! Porque não fechas também o interior do país? Traças uma linha vertical, de alto a baixo, mais ou menos a começar em Vila Real e acabar em Faro, passando por Tomar e, decretas o abandono do interior. Deixas por lá um Jumbo-Agrupamento para todo o Sul e outro para todo o Norte, com uma universidade agrícola e pronto. Porreiro, pá. Seria... deixa ver... humm... o progresso do regresso do ingresso...? Uma ingressão regressiva...? Ou, mais uma 'killer-ideia' deste governo?

Quando estiver tudo, tudo, tudo no desemprego e o país todo fechado... oh pá, é aí que vamos sair da crise.



publicado às 19:52

 

 

 

 

publicado às 14:01


Citações deste dia

por beatriz j a, em 28.05.13

 

 

 

 

"[...]Devia era, logo de manhã, passar um sonho pelo rosto. É isso que impede o tempo e atrasa a ruga.[...]"


"A maior desgraça de uma nação pobre é que em vez de produzir riqueza, produz ricos."


Porque andei sempre sobre meus pés, doeu-me às vezes viver.

 

Mia Couto

 

publicado às 13:24


Incompletos

por beatriz j a, em 28.05.13

 

 

 

 

Não saberei nunca
dizer adeus

Afinal,
só os mortos sabem morrer


(...)


Mia Couto



publicado às 13:12


Pré-evolução

por beatriz j a, em 28.05.13

 

 

 

 

gay hatters

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado às 10:19


evolução - evidências

por beatriz j a, em 28.05.13

 

 

 

 

 

 

 Arkansas, 60's

 

 

 

 2013

 

publicado às 09:50


Amén

por beatriz j a, em 28.05.13

 

 

 

Carlos Botelho


.

.

.

.

.


.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

 

Creio nos anjos que andam pelo mundo,
Creio na deusa com olhos de diamantes,
Creio em amores lunares com piano ao fundo,
Creio nas lendas, nas fadas, nos atlantes;
Creio num engenho que falta mais fecundo
De harmonizar as partes dissonantes,
Creio que tudo é eterno num segundo,
Creio num céu futuro que houve dantes,
Creio nos deuses de um astral mais puro,
Na flor humilde que se encosta ao muro,
Creio na carne que enfeitiça o além.
Creio no incrível, nas coisas assombrosas,
Na ocupação do mundo pelas rosas,
Creio que o amor tem asas de ouro. amém.
.
Natália Correia


publicado às 09:15


Revolução

por beatriz j a, em 28.05.13

 

 

 

 

 

 




publicado às 09:05


Sim, Porquê?

por beatriz j a, em 27.05.13

 

 

 

 

 
War is NEVER the answer.
War is NEVER the answer

publicado às 23:15


Poesia de Casais Monteiro

por beatriz j a, em 27.05.13

 

 

 

 

A Palavra Impossível

 

Deram-me o silêncio para eu guardar dentro de mim
A vida que não se troca por palavras.
Deram-mo para eu guardar dentro de mim
As vozes que só em mim são verdadeiras.
Deram-mo para eu guardar dentro de mim
A impossível palavra da verdade.
.
Deram-me o silêncio como uma palavra impossível,
Nua e clara como o fulgor duma lâmina invencível,
Para eu guardar dentro de mim,
Para eu ignorar dentro de mim
A única palavra sem disfarce -
A Palavra que nunca se profere.
Adolfo Casais Monteiro

publicado às 22:04


Sítios óptimos

por beatriz j a, em 27.05.13

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado às 21:43



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics