Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Plural como o Universo

por beatriz j a, em 27.02.12

 

 

 

 

Exposição sobre Pessoa na Fundação Calouste Gulbenkian

 

Plural como o Universo. Assim se chama a exposição do Fernando Pessoa que está na Gulbenkian. A exposição é excelente para estudantes. É interativa, é variada, muito cativante. Para os miúdos que estão habituados a ter que dissecar a Chuva Oblíqua e outros poemas sem antes se terem deixado cativar por eles a exposição é particularmente adequada. Vamos descobrindo o Pessoa plural, lendo poemas ou excertos de textos muito bem escolhidos. De início têm uma espécie de cúbiculos onde se projetam na parede digital alguns poemas dele que se accionam com o nosso movimento. De cada vez que queremos passar para outro poema passamos a mão em fente da parede. O poema que lá está começa a desconstruir-se, as letras a misturarem-se e reorganizarem-se até aparecer o novo poema. Achei isto deliciosamente pessoano, esta desconstrução e construção permanentes.

fui lá dar com umas frases que já não lia há muito tempo e que gosto muito...

 

Claro que também interessa a outras pessoas mas o que quero dizer é que é uma boa exposição para se 'descobrir' o Pessoa, porque fica-se com vontade de explorar e ler mais.

Depois, tem outros interesses, como objetos pessoais. Está lá o primeiro apontamento por ele escrito e o último poema que escreveu, pela sua mão.

Tem uma 'timeline' na parede onde ficamos a saber que em 1932, quando o Pessoa é já um vulto importante no panorama literário e cultural nacional, candidatou-se a curador da Biblioteca de Cascais para ter alguma segurança monetária e... foi recusado!! Não o quiseram. Dispensaram-no. LOL Não lhe reconheceram valor para estar na Biblioteca? Opá... socazinhos em lugares de mando não são de agora...

De tudo, a única coisa que não gostei foi o facto de terem a arca com a tampa fechada. Gostava de ver o interior da arca e até podiam ter lá posto uns papéis, sei lá...

 

Tirei uma fotografia com o telemóvel a um arranjo com a mesa, o chapéu, o Orfeu e a chávena do quadro do Almada, que também lá está.

 

 

publicado às 19:00



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics