Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Editoriais para enfeitar papel

por beatriz j a, em 12.02.09

 

 

 

Hoje o editorial do DN é muito interessante. Tem dois artigos. O primeiro versa sobre a crise

(dn.sapo.pt/2009/02/1/editorialos_riscos_a_crise_gerar_revolucao_so.html) económica poder, e estar, a gerar uma crise social que pode levar à ruptura da sociedade, através de actos de revolução. Alega que as «roubalheiras», como diz Soares, a impunidade e o abuso dos poderosos são os germes desta possível revolta social. Conclui que a justiça tem de ser célere para que se reponha a confiança nas instituições, entende-se.

Ora, no segundo artigo, critica-se que no debate quinzenal da Assembleia da República a oposição tenha questionado, e embaraçado, o primeiro ministro, com questões sobre a verdade das escutas e pressões sobre os magistrados do caso Freeport.

Conclusão do editorial: o primeiro ministro foi muito esperto - hábil é a expressão usada - em safar-se à questão jogando no contra-ataque, ao afirmar que há uma «campanha negra» contra si e que a culpa é toda da líder da oposição por não se ter demarcado do cartaz Pinócrates.

Então a questão de ter de se levar a sério a justiça, como era dito umas linhas mais acima, já não importa? Os poderosos não ficarem impunes, já não é prioridade? Não interessa se o primeiro ministro for corrupto? Se for um dos que pratica roubalheiras e fica impune? A culpa da questão do Freeport é um cartaz? O cartaz não surge porque há um caso na justiça que parece ser exactamente um daqueles a que se refere Soares na questão da crise social? Casos em que a justiça não é célere, não é clara e não ajuda à confiança nas instituições?

Pelos vistos nada disso é importante e a habilidade do primeiro ministro não está em ser capaz de resolver algum dos problemas graves do país, mas apenas em ter uma esquiva política que tem evitado que tenha de responder pelos seus actos, como acontece a qualquer outro cidadão, não poderoso.

Pois, pois... as palavras pomposas, de crise e alerta para as injustiças e tal, e tal, parece que são só para enfeitar a página, para parecer que se pensa alguma coisa sobre alguma coisa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:51



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog