Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Estado de Aporia

por beatriz j a, em 28.06.11

 

 

 

Estou um bocado naquele estado que os psicólogos chamam, tendo roubado o termo à filosofia, 'estado de aporia', isto é, um estado de uma certa estupefacção e ansiedade provocado por informações contrárias em que ambas parecem verdadeiras.

Parece ser verdade que este Ministro da Educação sempre defendeu uma coisa e parece ser verdade que não vai cumprir o que defendeu e prometeu... isto deixa uma pessoa num estado de imobilismo por estupefacção e ansiedade.

Acho, aliás, que a educação está cheia de 'estados de aporia' que imobilizam os professores. Todos os dias somos bombardeados por programas que defendem a importância do empreendorismo, da criatividade e da iniciativa na evolução das ideias e processos e, no entanto, somos tratados como incapazes e crianças irresponsáveis a quem se proibe qualquer inovação, gesto de autonomia, empreendorismo e criatividade - Aporia.

Todos os dias somos bombardeados por conversas sobre a importância dos modelos na educação das crianças e jovens, na importância da disciplina e da interiorização de regras, mas depois incentiva-se activamente a desvalorização do não cumprimento de regras e atá da recusa de disciplina - Aporia.

Todos os dias somos bombardeados com os benefícios da motivação dos trabalhadores para os resultados do trabalho e depois faz-se um rebaixamento permanente aos professores - Aporia.

Isto que fez hoje o ministro Crato foi um desprimor e desvalorização do trabalho dos professores. Não esclareceu, não teve uma palavra de motivação para uma classe de trabalhadores que anda a ser chicoteada há anos.

 

Reduziram-nos o salário, retiraram o pagamento dos exames, aumentaram a carga lectiva, mas pelos vistos isso não chega. Destrói-se a profissão de professor e espera-se que nessas condições os seus profissionais trabalham todos para a excelência...? Aporia...

 

publicado às 22:48



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Edicoespqp.blogs.sapo.pt statistics