Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

Mamadou Ba: "Reação da PSP é ridícula. Está em negação"

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:36


Acerca do racismo em Portugal

por beatriz j a, em 07.06.17

 

 

Os três “P” ou a trilogia do racismo

O sentimento de muitos cidadãos de origem africana de que “não nos querem cá” tem bases sólidas

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:45


Parece que os ingleses deixaram a Inglaterra

por beatriz j a, em 10.10.16

 

 

Plan to force firms to reveal foreign staff numbers abandoned

Last week, Rudd unveiled plans to force companies to reveal how many foreign staff they employ, to a chorus of disapproval. She said foreign workers should not be able to “take the jobs that British people should do” and announced proposals to make companies publish the proportion of “international staff on their books”.

 

... e foram substituídos por estranhos que falam inglês, parecem ingleses mas não são os ingleses. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:59


Isto é envergonhante

por beatriz j a, em 09.07.16

 

 

... para a políca americana... o ministro dos negócios estrangeiros das Bahamas avisa que todos os que viajam para os EUA devem ter extrema precaução com a polícia, evitar multidões, nunca confrontar... isto porque a maioria do povo das Bahamas é negra. Tal não é a fama de racismo da polícia americana. É envergonhante.

 

 

clicar na imagem

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:45


De Inglaterra - coisas boas

por beatriz j a, em 30.06.16

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:35


Os factos estão aí à vista de todos

por beatriz j a, em 26.06.16

 

 

Ninguém duvida que este racismo xenófobo que agora se viu legitimado no Reino Unido pelo resultado do referendo também aconteceria em muitos outros países da UE se lhes fosse dada a opção de um referendo.

É muito urgente que os cabecilhas da UE acordem para as causas destes nacionalismos ignorantes: a falta de democracia, a opacidade das decisões, o tráfico de influências, os burocratas de Bruxelas, o politburo em vez de um governo partilhado, a arrogância de muitos governos europeus, o empobrecimento dos países do Sul, a humilhação de uns países por outros por ganhos políticos internos...

É preciso ter presente que metade dos eleitores britânicos, quase todos jovens, portanto, os que vão construir o futuro, votaram para ficar na UE, queriam integração e não dissolução. O grande problema é os cabecilhas da UE serem da mesma geração dos 'seniors citizens' que votaram o Brexit.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 etc...

 

via Sarah Childs

 

(fui sapada! Thanks 😀)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:09

 

 

Universidade está a avaliar caso do professor que se assume racista

 

O Económico apurou que a Comissão de Ética da Universidade do Porto está a analisar as declarações de Pedro Cosme Vieira.

Pedro Cosme Vieira diz coisas no seu blogue ("Económico-Financeiro") como "a pretalhada que atravessa o Mediterrâneo devia ser abatida a tiro" ou "Se se fizesse o abate sanitário de todos os infectados com sida, a doença desapareceria da face da terra".

"A Universidade do Porto considera que as declarações proferidas pelo professor Pedro Cosme Vieira são fruto de uma opinião pessoal, que vincula apenas o próprio, não reflectindo os valores e as posições defendida" pela instituição, sublinha a mesma fonte.

 

Ser professor não é só transmitir informações. Como é que ele tem ensinado e avaliado todos os alunos não brancos, não europeus? Mas este indivíduo não sabe que a cor da pele não tem a ver com a raça e que até pode acontecer que ele, de pele branca, seja geneticamente de raça africana e que um qualquer dos emigrantes africanos seja geneticamente de raça europeia? Ele está por fora dos avanços da biologia genética? É assim tão ignorante e inculto? Tão desinteligente? Para além de parvo?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:19


Como umas coisas nos fazem perceber outras

por beatriz j a, em 27.06.14

 

 

 

FN à Marseille: Stéphane Ravier interdit l'usage d'une langue autre que le francais ...

 

.

Le maire FN du 7e secteur de Marseille a adressé une circulaire à ses fonctionnaires dans laquelle il leur interdit de parler une langue étrangère, rapporte Mediapart. Il le justifie par des présumées plaintes de ses administrés.

Dans son texte, Stéphane Ravier, élu aux dernières municipales, rappelle que "la langue de la République est le français", conformément à l'article 2 de la Constitution. "En conséquence, est interdit l'usage d'une langue autre que le français par les agents en service, notamment dans les centres sociaux ou d'animation", écrit-il. Seule exception: dans le cas où les interlocuteurs ne parleraient pas le français. Autrement dit, les agents n'ont pas le droit de parler entre eux -ou avec des administrés qui parlent français- une autre langue que celle de Molière. 

Stéphane Ravier justifie sa circulaire par "des plaintes de personnes se sentant exclues ou discriminées."

"Va-t-il falloir poser des micros partout?", s'interroge un fonctionnaire marseillais, cité par Mediapart. 

Não há muito tempo estava na fila da caixa de pagamento do supermercado e à minha frente estavam dois homens com aspecto de marroquinos ou algo do género, aí na casa dos vinte a falar um com o outro em arábico. A certa altura um deles disse à rapariga da caixa, primeiro, e, depois, a mim, 'Nós estamos a falar noutra língua mas não estamos a falar de vocês, não estarmos a dizer mal de vocês'. Fiquei estupefacta. Para já, nem me passou pela cabeça que estivessem a dizer mal de alguém e depois, que tivessem sentido a necessidade de justificar o facto de estarem a falar outra língua que não o português. No entanto, esta notícia abre-me um pouco os olhos. Isto está lindo...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:37

 

 

 

Um indivíduo põe uma questão relativa a um comentário do presidente da Universidade de Harvard e ex-secretário do Tesouro americano acerca de haver menos mulheres que homens na Ciência devido a diferenças genéticas!!!

Neil DeGrasse responde deste modo (ver em 1h 1m 30s):

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:33


os efeitos do racismo nas próprias vítimas

por beatriz j a, em 24.05.13

 

 

 

 

 

Imersas em sociedades de ambiente racista as próprias vítimas de racismo interiorizam os valores e preconceitos que as diminuem e agridem.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:08


Isto está lindo!

por beatriz j a, em 20.12.12

 

 

 

 

"O senhor acha que está com a roupa indicada para vir ao banco?"


Paulo Ribeiro, o homem que não foi atendido ao balcão do Santander Totta de Celeirós, Braga, por estar mal vestido, promete levar o caso até às últimas consequências. O gerente da sucursal não quis prestar declarações ao JN. O banco já abriu um inquérito interno.
.
.
Os bancos são as novas catedrais do país e os seus gerentes os párocos...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 22:16


Coisas chocantes

por beatriz j a, em 20.12.12

 

 

 

 

Prémio Nobel da Paz para a Europa... que paz?

 

Situação dos imigrantes na Grécia "está a ganhar as proporções de uma crise humanitária”

 

A Grécia está a deter imigrantes, incluindo crianças, em condições inumanas e impensáveis para um Estado-membro da União Europeia, denunciou a Amnistia Internacional esta quinta-feira.

A Grécia – o principal ponto de entrada na UE para imigrantes da África e da Ásia – sempre teve dificuldades em lidar com a imigração ilegal, uma situação que se deteriorou com a profunda crise económica em que o país está mergulhado e que veio alimentar o xenofobismo e o racismo entre os gregos.

No relatório agora divulgado, a Amnistia refere que as dezenas de milhares de imigrantes que atravessam a fronteira grega todos os anos enfrentam dificuldades de todo o tipo para apresentarem pedidos de asilo, são colocados a viver em condições "absolutamente miseráveis" nos centros de detenção e sofrem ataques racistas por parte dos grupos de extrema-direita.
de
Uma nova agência que foi formada em 2011 para lidar com os pedidos de asilo ainda não tratou de um único caso, devido à falta de pessoal, refere o relatório da organização de defesa dos direitos humanos.

“O falhanço da Grécia em respeitar os direitos dos migrantes e dos que buscam asilo está a ganhar as proporções de uma crise humanitária”, disse o director da AI para a Europa e a Ásia Central, John Dalhuisen, num comunicado citado pela Reuters. “A actual situação na Grécia é totalmente desmerecedora do Prémio Nobel da Paz que foi atribuído à União Europeia e está muito abaixo dos padrões internacionais de respeito pelos direitos humanos.”

No seu relatório, a Amnistia dá conta de sírios em fuga da guerra que foram forçados a regressar à Turquia pelas autoridades gregas e refere um incidente em que a polícia terá afundado um barco de borracha, deixando os seus ocupantes na água sem alternativa, a não ser nadar de volta ao ponto de partida.

Aqueles que conseguem chegar à Grécia têm de esperar dias a fio em filas de centenas de pessoas, na esperança de serem uma das 20 pessoas por semana autorizadas a pedir asilo. 

Aqueles que não conseguem um pedido de asilo arriscam-se a ser presos pela polícia e a ficar detidos em instalações superlotadas durante um ano ou mais. A Amnistia fala em casas de banho inundadas, falta de luz natural e água de má qualidade.

O relatório também dá conta de casos de crianças separadas das suas famílias ou detidas entre adultos em condições impróprias. Muitas são libertadas sem que seja encontrado um lugar para elas em centros de acolhimento. Outras vivem na rua e são vítimas de ataques racistas.

“O fardo da Grécia é enorme, e, tendo em conta a actual crise económica, é cada vez mais difícil para o país lídar sozinho com a situação”, refere a Amnistia Internacional. “No entanto, isso não pode servir de desculpa para negar às pessoas os seus direitos nem para permitir a retórica xenófoba e os ataques racistas.”
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:00

 

 

 

Mas as ideias dele 'andam por aí', sobretudo nos países do Norte, desde 1900. O lado perverso do Darwinismo quando aplicado ao controlo da sociedade. Desde 1907 que se fazem esterelizações com fins eugénicos. A Suécia, uns anos antes da Segunda Guerra aprovou e pôs em prática uma lei de esterelização com fins de apuramento da raça...Breivik é louco ou, é filho de seus pais, neto de seus avós...?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:57

g.a


3-8-12



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog



PageRank