Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

 

Epá, não sei... porque foram todos parar ao Expresso?

Alunos que estão atentos às aulas têm boas notas

 

Notícia em grande do Expresso. Vai-se a ver e os alunos que estudam e se interessam nas aulas também têm boas notas. UAU!! Isto é uma notícia em grande!!!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:26


Leituras pela madrugada: " O Rei dos Reis"

por beatriz j a, em 07.08.17

 

O rei dos reis

RICARDO SILVA

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:51


Isto é só rir...

por beatriz j a, em 08.09.16

 

 

Dinamarca vai comprar dados dos Panama Papers para descobrir quem fugiu ao fisco

 

Então mas não eram vocês mesmos que nos iam dizer sobre aqui os do rectângulo...? Não foi o prometido?

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:50


Continuamos à espera...

por beatriz j a, em 13.07.16

 

 

Então, Expresso?

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:29

 

 

Público vs. privado: uma discussão ridícula

 

Quem são estes putos que escrevem uns artigos de pseudo-opinião completamente ocos, sem uma única informação ou conhecimento do assunto, só a dizer vacuidades? E porque têm destaque em jornais que querem, digo eu, manter uma reputação? É que esta artigo só se aceitava num jornal de escola e, mesmo assim, não sei... 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:48


O Expresso já faz publicidade a bordéis???

por beatriz j a, em 09.12.15

 

 

 

Tal como o velho Maxime, há outros espaços a que se devia dar mais atenção a nível cultural antes que desapareçam. (...)O que eu gostava era que, de vez em quando, acontecessem no meu espaço momentos inesperados no meio de momentos esperados, como estar a tocar uma banda de death punk e de repente aparecer uma Julie Andrews pelo meio a cantar uma canção acompanhada por um violoncelista. Esta é uma ideia..

 

Nível cultural???? Isto? Uma entrevista idiota com um tipo com ar de negociante de mulas que só diz idiotices sentado num fundo de mulheres nuas de gatas? Promoção a um bordel nas primeiras páginas do Expresso?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:00


BESgate - anatomia de um crime

por beatriz j a, em 16.11.14

 

 

Expresso revela arquivo de documentos confidenciais do caso Espírito Santo


Ficheiros BES, clique nas notícias em baixo

 

"Exmos. Senhores": o que o Banco de Portugal já sabia e o que o GES ainda escondia

 

Outubro de 2013: um guião detalhado para a catástrofe

 

Dezembro de 2013: Banco de Portugal sabe do "buraco" na ESI mas fica calado seis meses

 

Dezembro de 2013: Salgado põe idoneidade da gestão acima de suspeita e queixa-se de pressões mediáticas

 

Dezembro de 2013: Salgado promete planos cor-de-rosa que nunca cumpriu

 

Dezembro de 2013: Contas falseadas? Dívidas por registar? Imóveis em Angola que não existem? É problema da contabilidade...

 

Fevereiro de 2014: É preciso garantir o papel comercial. E a garantia de Angola, é boa?...

 

Fevereiro de 2014: murro na mesa e trinta dúvidas sobre Dubai, Suíça, Eurofin e Angola

 

Fevereiro de 2014: como a ESI intoxicou a ESFG e esta contagiou a RioForte

 

Fevereiro de 2014, KPMG: como o BES se safou sem imparidades nem reservas às contas

 

Fevereiro de 2014: como a seguradora Tranquilidade foi posta no "prego"

 

Fevereiro de 2014: Banco de Portugal em guerra com Salgado por recusar garantia de Angola

 

Fevereiro de 2014: Salgado irrita-se, sem garantia de Angola pode ir tudo por água abaixo

 

Fevereiro de 2014: Banco de Portugal farto de "intenções e possibilidades"

 

Março de 2014: Administração do BES tranquila

 

Março de 2014: Banco de Portugal (achou que) vergou Salgado

 

Março: Auditora alertou para problemas na RioForte - que acabou insolvente

 

Março de 2014: BdP impõe o aumento de capital que seria todo perdido

 

Março: BES teria "folga muito considerável para qualquer eventualidade"  

 

Março: Costa discute saída da família do BES. Salgado diz que seria o dilúvio  

 

Esta lista de notícias e cartas continuará  a ser atualizada.



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:50


post para mim mesma

por beatriz j a, em 01.12.13

 

 

 

Em relação a certas pessoas às vezes fico na dúvida se serão mesmo limitadas e intelectualmente desinteressantes como parecem ou se se dá o caso de serem apenas serviçais... vem isto a propósito de ler a crónica do Henrique Monteiro no Expresso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:30


Completamente de acordo

por beatriz j a, em 09.09.13

 

 

O apartheid escolar de Nuno Crato - Daniel Oliveira

 

Pode dar-se o caso deste anteprojeto de Lei resultar apenas do fanatismo ideológico de Crato. Mas não deixa de ser curioso que isto surja num momento em que milhares de famílias de classe média retiram, por falta de condições financeiras, os seus filhos das escolas privadas. O que está a causar enormes problemas a muitos colégios. Mas que era, ironicamente, uma excelente notícias para as escolas públicas, que viam a classe média a regressar, garantindo uma escola mais interclassista, como existia nos anos 80. Nada que entusiasme o ministro. Enquanto continua os cortes na Educação e inicia um ano letivo com o caos instalado nas escolas públicas, Crato parece estar mais interessado em gastar as suas energias e os nossos impostos para salvar os colégios em aflição.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:07


Factos

por beatriz j a, em 22.08.12

 

 

 

 

"A partir deste ano, a informação relativa aos pagamentos com cartões de crédito e de débito passou a ter relevância fiscal para efeitos de cruzamento com os proveitos declarados pelas empresas e empresários em nome individual", disse fonte oficial do Ministério das Finanças.  


Nesse sentido, adianta a mesma fonte, "o secretário de Estado dos Assuntos Ficais, Paulo Núncio, declarou recentemente que a renúncia pelas empresas aos terminais de pagamento automático, ou a restrição ou redução significativa dos seus movimentos, será um fator de risco acrescido a utilizar pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) para efeitos de inspeção tributária destas empresas".


Ler mais: http://expresso.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:27

 

 

 

 

Não tem trapio, como se diz em linguagem taurina, para uma praça de primeira categoria como é o Expresso. Nem como sobrero.

É que isto não é análise que se faça enquanto director de um dos jornais mais importantes. Uma pessoa que quisesse ficar com uma ideia do currículo ou do perfil político dos ministros escolhidos ou ainda dos problemas que pode representar a junção de várias pastas em alguns ministérios, por exemplo, não ficaria nem um bocadinho esclarecida. Esta análise parece um comentário amador numa passagem de modelos do género, 'esta côr é gira e aquele ali é baixo para usar aquela roupa, etc.'

Medíocre, muito medíocre.

 

 

DEPOIS DA PRIMEIRA IMPRESSÃO

Ricardo Costa

rcosta@expresso.impresa.pt

Não era o governo que se esperava. Como sempre, bons nomes darão maus ministros e segundas escolhas vão surpreender. Acredito que a próxima impressão será melhor do que a criada ontem

 

N

ão vale a pena disfarçar. O governo que Passos Coelho levou ontem a Belém é pior do que se esperava. Tem bons nomes, é certo, e pode vir a funcionar bem. Mas não cria a ideia imediata de que este é um governo de exceção. E não cria porque, pura e simplesmente, não é. As expectativas criadas apontavam para uma seleção nacional. Não é o caso.

Este tipo de leitura rápida tende a ser injusta. Já todos vimos excelentes escolhas darem ministros irrelevantes e vice-versa. Teremos surpresas, boas e más. Para já, temos nomes. Paulo Portas é a escolha óbvia para MNE. Experiente, vai ter agora de mostrar que domina os temas europeus enquanto a

Europa se desfaz e ninguém acredita em Portugal. Portas vai ter de trabalhar lado a lado com o ministro das Finanças. E este é o grande problema de Vítor Gaspar. A sua experiência como economista (no BCE e no BdP) vai ser posta à prova num momento dramático da política europeia. Não tenho dúvidas de que vai controlar a despesa mas verá os mercados olharem para Portugal pelo seu real valor: dois por cento da economia europeia.

Álvaro Santos Pereira aproximou-se cedo de Passos. Vem do Canadá e vai perceber depressa que ser ministro da Economia hoje é quase fazer banca de investimentos. Receber na mesma pasta as Obras Públicas, o Trabalho e as Telecomunicações é muito para quem não tem experiência política ou executiva. Pires de Lima ou Lobo Xavier davam mais garantias. Mas o PSD quis a pasta.

Foi nesta troca que o CDS descobriu a pasta económica. Juntou a agricultura e o Mar ao Ambiente, concentrando 90 por cento dos fundos comunitários na pasta. Assunção Cristas não percebe nada do assunto mas vai fazer um bom cargo. Não é uma contradição, é mesmo assim. Só um mau político é que faz um mau lugar num ministério destes.

Nuno Crato é o grande nome deste governo. Mas as suas ideias são radicalmente diferentes das teorias que fizeram escola no PSD e no PS durante décadas. Os professores vão ficar aterrados. Mário Nogueira já deve estar a tomar um balde de alka-seltzers. Mas a verdade é que Crato tem o problema de Santos Pereira. Terá de aprender a fazer política a este nível e isso não é fácil. Não é este o problema de Paulo Macedo. Quem dominou os impostos domina a máquina da saúde. Mas a sua experiência como administrador da Médis não é um grande cartão de visita. Não falo dos ministros mais políticos mas deixo uma palavra para Mota Soares. Tem boa capacidade de trabalho e foi treinado por Bagão Félix. É o exemplo claro de que uma segunda oportunidade pode criar uma primeira impressão. Ah, já me esquecia: o governo mais pequeno impressionou alguém?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:22


completamente verdade

por beatriz j a, em 26.04.11

 

 

 

Um espelho para o dr. Jorge Sampaio

 Henrique Raposo (www.expresso.pt)

O dr. Jorge Sampaio deve pensar que a malta é desprovida de memória. Ontem, este notável ex-Presidente disse que o problema de Portugal está na "falta de sustentabilidade" de muitas políticas públicas . Perante isto, pergunto: este é o mesmo Dr. Sampaio que, em 2003, lançou a farpa da irresponsabilidade? Este é o mesmo Dr. Sampaio que disse "há vida além do défice"? Convém ter memória, meus amigos. O otimismo lorpa que estava (e está) a montante desta farpa de 2003 é a grande causa desta crise. "Há vida além do défice" continha (e contém) todos os vícios do otimismo irresponsável que achava (e acha) que o défice, a dívida e a despesa são coisas de merceeiros, e não coisas de políticos com "uma visão". "Há vida além do défice" continha (e contém) a cultura política que nos conduziu ao presente buraco. É a cultura política que despreza as contas, que despreza a realidade, que despreza o abismo entre os desejos e as possibilidades. E tem sido aí (no abismo entre o querer e o poder) que os portugueses têm vivido. É bom ter memória: esta suspensão da realidade foi possibilitada pela cultura política dos dr. Sampaios desta terra.

Ontem, o dr, Sampaio disse ainda que muitos políticos não estão à altura das suas responsabilidades. É verdade, sim senhora. Mas o dr. Sampaio devia colocar um espelho à sua frente na próxima vez que afirmar semelhante coisa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:43

g.a


3-8-12



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



PageRank