Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





O que é que se diz dos bons professores?

por beatriz j a, em 17.01.17

 

 

... que fazem os bons alunos? Bem, o contrário também é verdade.

 

Tenho uma turma do 12º ano da área das Ciências Naturais/Físicas que é muito boa. Já lhes dei Filosofia no 10º e 11º anos e agora dou-lhes uma cadeira de Psicologia. É uma introdução à ciência da Psicologia de modo que o programa, sendo muito extenso é, por isso mesmo, muito superficial.

Um dos temas que se dá tem que ver com os fundamentos biológicos do comportamento: a hereditariedade genética e o sistema nervoso. Eu gosto de dar isso e, dou muito mais do que o programa manda, porque há coisas, como por exemplo, estas descobertas dos marcadores epigenéticos (que eles não ouvem falar nem na Biologia porque não faz parte do programa) que são importantes para compreender os comportamentos e que ainda por cima são fascinantes.

No entanto, o meu conhecimento de muitas coisas destas matérias é limitado. Por exemplo, no sistema nervoso, eu conheço as estruturas, como funcionam nos processos e como influenciam os comportamentos mas não tenho conhecimentos de química suficientes para perceber o funcionamento molecular que subjaz a esses processos. E é mesmo assim, não tenho que os ter. Epah, só que não gosto que me façam uma pergunta, mesmo que não seja da minha área de especialidade, à qual não sei responder.

 

Acontece que de vez em quando apanho uma turma, como esta, com bons alunos, muito curiosos: já eram assim no 10º ano, cheios de perguntas e provocações e eu (e outros professores) desenvolvi-lhes isso ainda mais. Habituei-os a ser inquisitivos e exigentes. Como são uma turma de Ciências Naturais/Físicas já aprenderam uma série de coisas que tocam nestes temas, em outras disciplinas. O que é bom, porque não lhes parece tudo estranho e uma novidade mas, por outro lado, sendo muito inquisitivos, querem saber tudo sobre tudo e fazem mil e uma perguntas sobre processos que implicam conhecimentos de química e de medicina que eu não tenho. Por exemplo, na última aula uma aluna queria saber em que fase do desenvolvimento embrionário começam a produzir-se neurónios, se os neurónios aparecem antes das células da glia ou se é o oposto... não faço ideia... ... fiquei de ir ler sobre isso [às vezes, quando são coisas simples de saber digo-lhes a eles para irem pesquisar autonomamente].

 

Eles querem saber e eu não gosto de perguntas por responder, de modo que, mesmo não fazendo parte do programa, vou pesquisar e ler, claro; como algumas destas matérias que têm que ver, por exemplo, com o funcionamento dos neurónios ou das das células gliais, etc., têm evoluções muito recentes que não se encontram em qualquer lado em português, gasto umas horas por dia a ler teses e a ver conferências e vídeos, sobretudo em inglês, até ter as respostas todas às perguntas, aos contextos e ramificações das questões, porque não gosto de não saber contextualizar uma questão. Eu mesma me interesso por saber e acabo por ir de uns sítios para os outros até satisfazer a minha curiosidade.

 

Resultado, se é verdade que os bons professores fazem os bons alunos, é igualmente verdade que os bons alunos fazem os bons professores. Na última aula disse-lhes isto. Ficaram muito contentes e orgulhosos :) são muito queridos, estes miúdos.

 

(bem, acabou o intervalo, vou preparar cenas para a reunião de pais)

 

 

(fui sapada! thanks! )

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:28

g.a


3-8-12



4 comentários

Sem imagem de perfil

De Luna a 18.01.2017 às 02:55

Bem, fazem-na estudar também. :) Mas deviam saber que isso são perguntas para serem colocadas aos docentes de biologia...E talvez nem eles saibam muito bem. Mas sempre se aprende. :p
Imagem de perfil

De beatriz j a a 18.01.2017 às 04:02

Pois é isso. Fazem-me estudar :) mas eu gosto :)
Imagem de perfil

De simplesmente avô a 26.01.2017 às 15:18


Os meus sinceros parabéns.

Ainda temos, felizmente, excelentes professores.

Bjs.
Imagem de perfil

De beatriz j a a 26.01.2017 às 16:55

Obrigada! :)

Comentar post



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



PageRank