Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





pedagogia dos deuses gregos

por beatriz j a, em 10.11.10

 

 

 

Dédalo e Ícaro

 

 

Os gregos antigos eram um povo muito inteligente (se é que podemos estender a todo um conjunto uma categoria individual) na maneira como regravam a sociedade nos seus costumes a partir dos deuses. Os deuses tinham personalidades muitos humanas, com virtudes e defeitos humanos. Eram capazes de ódio e vingança e lúxúria e amor. Por serem constituídos dessa forma a religião grega não era dogmática e os deuses podiam servir de exemplo e inspiração ao homem, explicando e guiando, não apenas o seu lado sapiens mas também o seu lado demens. Este lado demens não era visto como 'demónio' do mal à maneira das religiões cristãs mas como repositório das forças impulsivas, instintivas e criadoras que não se submetem ao quadriculado da racionalidade. Por isso toda a arte tem algo de irracionalidade. Depois, em vez de reprimirem estas forças que por vezes se objectivam negativamente no mundo, em forma de violência, regravam-nas. Uns tantos dias do ano, em determinadas festas, podiam as pessoas encarnar qualquer personagem que vivesse no fundo de si mesmas e entregar-se a todo o tipo de excessos. Porque os excessos eram assim autorizados, eram vividos simbolicamente nessas representações e folias desregradas que funcionavam como escapes catárticos dos impulsos mais demens. Em seguida, tudo voltava à normalidade racional. A tensão instintiva em frequência baixa, os monstros interiores apaziguados e mansos depois das erupções vulcânicas dos excessos.

Hoje não sabemos regrar. Só reprimir ou permitir, em extremos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:48

g.a


3-8-12




no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



PageRank