Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

 

 

"Garantir a todos os cidadãos, segundo as suas capacidades, o acesso aos graus mais elevados do ensino, da investigação científica e da criação artística, não podendo, em caso algum, o acesso ser recusado por insuficiência de meios económicos; O Estado assegura a existência de uma rede de estabelecimentos de ensino que cubra as necessidades de toda a população".


O Estado deixa, no entanto, de estar obrigado a "criar um sistema público" e a "estabelecer progressivamente a gratuitidade de todos os graus de ensino" -- excertos que são suprimidos da Constituição.

 

 

Estes dois pedaços de texto da proposta de revisão constitucional não me parecem pouca coisa, porque no primeiro se fala em capacidades: garantir segundo as suas capacidades? Vamos ter pessoas a medir as capacidades? As pessoas vão ser seleccionadas segundo as capacidades? É que os exames não medem, nem têm como objectivo medir capacidades, mas sim conhecimentos.

Em segundo lugar, retirar a obrigação de estabelecer progressivamente a gratuidade de todos os graus de ensino, juntamente com o facto de não estar obrigado a criar um sistema público, vai ter como resultado que quem quer tirar um curso e não tem dinheiro, vai ter que se endividar para o fazer, como nos EUA, onde o sistema já falhou e está em revisão.Ninguém ficará privado (teoricamente) de estudar por falta de dinheiro. Pode sempre endividar-se.

Na prática, em vez do governo isentar de propinas ou dar bolsas de estudo a quem não tem dinheiro, agarra nesse dinheiro, dá aos bancos, e os bancos emprestarão a esses estudantes dinheiro. Estes, para tirarem um curso, terão de se endividar por 20 anos...para benefício, não dos alunos, não do país, não da igualdade de oportunidadees, não da mobilidade social que caracteriza os Estados mais avançados...mas dos bancos!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:24

g.a


3-8-12



2 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.07.2010 às 23:57

penso que antigamente era assim: quem tivesse a melhor nota tinha direito a uma bolsa para continuar os estudos, seja pobre ou rico!!
Imagem de perfil

De beatriz j a a 27.07.2010 às 07:58

Essas bolsas são as de mérito. Algumas faculdades dão bolsa de mérito ao melhor ou aos 2 melhores alunos do ano anterior e geralmente a bolsa consiste na devolução do dinheiro das propinas, ou às vezes mais.
A maior parte dos alunos que pede bolsa é por condição económica. É preciso provar que o agregado familiar ganha menos de x e depois a bolsa é concedida consoante esse rendimento. A maior parte dos alunos, sem bolsa não pode estudar. Porque para além das propinas é preciso pagar transportes, alimentação, papelada, e outro material. E nalguns casos dormida também. Fica muito caro para aquilo que as pessoas 'não ganham'.

Comentar post



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



PageRank