Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





música online

por beatriz j a, em 28.06.10

 

waldbüne

 

 

Sou assinante da Medici.TV que é uma estação online dedicada à música clássica. Pago dez euros por mês e tenho acesso a ver em directo óperas, concertos, assisitir a documentários, filmes, etc. Ontem estive a ver o famoso concerto de Waldbühne deste ano em Berlim. Chamou-se 'A Night of Love', com a René Fleming. Foi excelente como é costume.

Durante imenso tempo o concerto ficará online e podemos revê-lo as vezes que quisermos. Também tem Video On Demand. É muito barato descarregar uma ópera, um concerto, etc.

Para quem mora em Portugal e não tem muitas oportunidades de ver ao vivo boas produções, um site destes é  uma preciosidadezinha, e ainda por cima relativamente barata.

Os espectáculos de música clássica são muito caros, sobretudo as óperas, que incluem músicos, actores, cantores, cenografistas, maestros, etc. e Portugal não tem dinheiro para ter uma temporada de ópera como deve ser. Se não fosse a Gulbenkian isto era mais ou menos um deserto.O que é uma pena porque temos muita tradição na música. em Setúbal há imensos conservatórios e muitos alunos aprendem música.

Trazer cá primeiras figuras sai caríssimo, o teatro de s. Carlos é pobre e pequeno, não tem espaço para cenários. Muito inventivos são eles! Mas de vez em quando há grandes barracas.

Lembro-me de ir ver uma Carmen. No primeiro acto o cenário era uma palmeira no meio do palco. No segundo acto, uma palmeira no meio do palco. No terceiro acto...uma palmeira no meio do palco.  lol.

Uma tia minha que já morreu e que era grande melómena contou-me que lá pelos anos cinquenta foi ver uma Aida ao S. Carlos. No segundo acto, na cena em que o Radamés regressa ao Egipto vitorioso, onde é suposto entrarem cavalos no palco e tudo, o máximo que arranjaram foi uma vaca que carregava alguns dos despojos da guerra. Não é que a vaca se sentou no meio do palco e não se levantava! Que cena! A minha tia contava que foi uma risota, estragou completamente o momento que deve ser majestoso...lol. Acho que a coisa já estava cómica porque não havia muitos figurantes de modo que eles entravam por um lado no palco e quando saiam davam a volta a correr para entrarem de novo com outros objectos e isso.

Enfim, nunca apanhei uma barraca dessas e até já lá assisti a espectáculos muito bons. Mas é raro. Uma pessoa tem de escolher muito bem o que vai ver para não dar 100 euros por um bilhete e sair de lá chateada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:43

g.a


3-8-12




no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



PageRank