Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Faustos do Goethe são

por beatriz j a, em 31.05.16

 

 

One of the wealthiest villages in Switzerland will pay a fine to keep refugees out.

“We do not want them here, it is as simple as that. We have worked hard all our lives and have a lovely village that we do not want spoiled. We are not suited to take in refugees, they would not fit in here.”

 

Uma das vilas mais ricas da Suiça, com 300 milionários residentes, prefere pagar 290 mil dólares que receber 10 emigrantes sírios com o argumento de que têm uma cidade muito bonitinha e bem cuidada e não querem ninguém a destoar. 10 pessoas...

Três coisas se depreendem daqui: a primeira é que julgam que a situção dos sírios é culpa deles, de não terem trabalhado muito para terem 'lovely villages' - daí que não queiram que eles venham 'estragar' a vilazinha deles; a segunda é que acham os outros, os que são diferentes deles, sem mérito para beneficiarem da sua convivência o que se liga à primeira característica de se acharem superiores; em terceiro lugar não estão dispostos a fazer o mais pequeno esforço para melhorar a situação do planeta para além de limpar o seu quintalinho e enfeitá-lo com florinhas.

Quantas contas de sírios e outros milhares de milionários escondem os bancos suíços? Quantas contas de traficantes de armas e de droga?

Suiça e Noruega não quiseram fazer parte da UE pelas mesmas razões: cheios de dinheiro, não querem partilhar coisa alguma com os outros. 

Pagam para não ter que ver os 10 pedintes. Não é possível descer muito mais baixo que isto.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:43


Luz e sombra em movimento

por beatriz j a, em 31.05.16

 

 

 

 via A Way to Blue

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:36


O ridículo dos ditadores

por beatriz j a, em 30.05.16

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:57

 

 

Galp quer perfurar mar da costa alentejana a 1 de julho

 

Então agora que o petróleo e outros combustíveis fósseis têm os dias contados é que vamos destruir a costa marítima e as praias, nós que vivemos em grande parte do turismo atraído por paisagens não estragadas pela tecnologia, para tirar uns barris de petróleo durante meia dúzia de anos?

 

Assine a petição aqui

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:01

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:37


Música para ver testes

por beatriz j a, em 30.05.16

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:14


Queixinhas mode

por beatriz j a, em 29.05.16

 

 

Tenho testes para corrigir para levar amanhã de manhã... 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:59

 

 

Cristas diz que há casos em que a escola pública deve ser sacrificada

 

...porque fez parte do governo que as decidiu e realizou: desapareceram cerca de 30 mil professores, milhares de funcionários, fecharam-se mais de 1000 escolas públicas, aumentaram-se os alunos por turma, o número de turmas por professor, os professores passaram a ter que dar aulas em todo o país, longe das famílias e às suas custas, etc., ao mesmo tempo que se aumentavam o dinheiro para os privados e se tiravam até as pausas para os professores descansarem como têm todos os outros trabalhadores. A Cristas tem os filhos em colégios privados e quer que sejamos nós a pagar-lhe a conta, depois de ter sido conivente e apoiante das malfeitorias contra a escola pública?

 

E porque é que os pais não querem os filhos na escola pública? Por uma vez diga-se a verdade: os pais sabem que na escola pública entram todos e na privada se filtram as entradas e não querem que os filhos estejam na mesma turma e acabem amigos do filho do cigano, do pedreiro, da peixeira, etc. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:10


Portugal por aí

por beatriz j a, em 29.05.16

 

 

 

535261_834757369980626_593292008094159506_n.png

ribeira do cavalo, Arrábida (fotografia da Joana Arrábida Tours)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:29

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:39


O FB é um meio, não um fim

por beatriz j a, em 29.05.16

 

 

Eu já desactivei a minha conta no Facebook, e tu?

 

O problema do FB ocupar muito tempo ou obrigar-nos a ver muitas fotografias da felicidade dos outros ou ver histórias que não nos interessam ou gente em férias fantásticas, como diz o articulista, está em nós e não no FB. O problema está nas nossas expectativas: quem espera que o FB seja um lugar extraordinário onde as amizades são eternas e os interesses são comuns terá uma grande desilusão porque nada é assim em lugar algum.

 

O FB é como o antigo Café Central que todas as terras costumavam ter. Os estudantes todos os dias por lá passavam para ver dos amigos e os adultos trabalhadores iam lá menos mas iam aos fins-de-semana, para ver dos amigos. Havia amigos próximos com quem nos juntávamos, havia os outros a quem se dizia apenas, 'olá, tudo bem' e havia os outros que se via só ao longe mas de quem se sabia qualquer coisa porque havia sempre alguém que estava em contacto com eles. Era assim que se mantinha um contacto com os outros e as suas vidas.

 

Depois a vida mudou, as cidades cresceram, as pessoas espalharam-se por vários países e os contactos tornaram-se esparsos. O FB veio mudar isso e deu-nos outra vez o Café Central onde passamos todos os dias para manter o contacto com os amigos. É evidente que nem todos os amigos do FB são grandes amigos mas nos nossos grupos de convivência isso também não é assim. De modo que tudo depende do que se espera do FB.

 

O FB não me tira tempo de leitura nem nunca deixei de ler por causa dele. Tenho lá as notícias diárias dos sites que me interessam sem ter que entrar neles, onde fiz like para ter acesso a uma espécie de clipping particular. Tenho lá amigos, família, conhecidos, alunos, pais de alunos, ex-alunos, colegas de trabalho, gente de todas as idades. Tenho lá pessoas que já não vejo há mais de trinta anos. Não tenho milhares de amigos mas umas muito poucas centenas. As pessoas que descubro que são de mau carácter e estão lá por falsidade 'deleto-as', não faço fretes.

Gosto de acompahar o que os outros andam a fazer na vida. Gosto de ver os ex-alunos seguirem os seus caminhos e evoluírem - isso era uma coisa que dantes era impossível a não ser nas pequenas terras. Não me incomoda nada, pelo contrário, a felicidade ou aparente felicidade dos outros: as férias fantásticas, as fotografias na praia, os filhos, etc. Até acho piada ver miúdas e miúdos que foram alunos há meia dúzia de anos de repente serem mammys e pappys a começar outra vida. Sim, há lá frases 'etéreas' como diz o articulista e então? Era suposto as pessoas todos os dias dizerem genialidades? A maioria de nós diz genialidades? Porque é que o FB seria diferente? Descobri lá pessoas, instituições, grupos de tudo quanto é país que fazem coisas interessantíssimas na filosofia, na ciência e nas artes que agora posso visitar todos os dias. Então isso não é fantástico?

 

O FB é um instrumento digital. O uso que cada um dá aos instrumentos à sua disposição diz mais de si mesmo que dos próprios instrumentos.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 08:26


O que é pensar?

por beatriz j a, em 28.05.16

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:57


Os cavalos lusitanos em Espanha

por beatriz j a, em 28.05.16

 

 

 

Hoje estão dois portugueses em Las ventas. Um é aquele louro... Rui Fernandes. Ele e o outro, o filho do Moura -acho- saíram nas cortesias com dois cavalos espectaculares. Dois tordilhos. Lusitanos. Os cavalos lindos e eles com aquela indumentária marialva, as casacas bordadas a canotilho, o tricórnio na cabeça, os cavalos imponentes, como são os Lusitanos, engalanados, com as crinas entrançadas... um espectáculo lindo, duma elegância que parece saída de outro tempo. Muito longe dos safões desinteressantes dos espanhóis. Alguns já decoram as jaquetas para não ficarem tão desprimorados (e a maioria dos espanhóis monta cavalos lusitanos) ao lado dos portugueses mas nem mesmo assim lhes chegam aos calcanhares. Dá gosto ver. 

(os comentadores espanhóis não percebem nada de toureio a cavalo e dizem montes de disparates - o espanhol que fez uma péssima figura e dá ideia de não perceber a diferença entre um touro e uma ovelha já levou uma orelha lol - o filho do Moura é como o espanhol de modo que há-de levar uma orelha - o único que sabe o que anda ali a fazer é o louro mas como fez tudo bem no 1º e não lhe deram orelha aposto que vai fazer quiebros de circo com muitos pinotes, gritos e esbracejamentos no 2º para sacar orelha como os outros)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:39


O Brasil está nas trevas e recusa sair

por beatriz j a, em 28.05.16

 

 

... no que respeita ao tratamento e respeito pelas mulheres e pelos outros que não são machos brancos. Está  não muito longe da Arábia Saudita.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 17:03


Não precisa de ninguém mas é só tachos...

por beatriz j a, em 28.05.16

 

 

 

"Tenho o maior orgulho no meu filho. Todas as pessoas que o conhecem, designadamente professores e colegas de faculdade, sabem que não precisa de ninguém para singrar na vida".

 

O filho de Diogo Lacerda Machado, amigo e consultor do primeiro-ministro, foi contratado em Dezembro como técnico especialista da Secretaria de Estado da Internacionalização, tutelada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros.

 

A sua experiência profissional começou antes, logo entre Outubro de 2010 e Julho de 2011, como consultor do escritório internacional da Católica Lisbon School of Business & Economics. O despacho acrescenta que esteve seis meses, de Março a Outubro de 2013, na Representação Permanente de Portugal na Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, em Viena (Áustria) e outro semestre, de Janeiro a Junho de 2014, na Missão Permanente de Portugal na Organização das Nações Unidas, em Nova Iorque (EUA). Embora não se detalhe no documento, o PÚBLICO apurou que se tratou de dois estágios. Não existe registo de experiência relacionada com internacionalização de empresas.

 

Francisco Lacerda Machado começou a frequentar, em Setembro de 2014, um mestrado em Estudos Europeus na KU Leuven- Katholieke Universiteit Leuven, na Bélgica. Regressou no final do ano a Portugal para integrar o executivo de António Costa.

 

É como o filhos do Durão Barroso que não precisa de ninguém mas é só tachos e o neto do Soares que tem a maldição de ser da família onde não se precisa de ninguém mas é só tachos...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:27


Gazing the abyss

por beatriz j a, em 28.05.16

 

 

 

 "L'abisso" (The Abyss), detail, by Pietro Canonica, 1869.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:44


Uma história inspiradora e elucidativa

por beatriz j a, em 28.05.16

 

 

Não é apenas uma história sobre o que um ser humano decente pode fazer mas também sobre os malefícios -escusados- e consequências de se manter as mulheres ignorantes, sem educção e sem acesso, em igualdade, ao trabalho: sociedades ignorantes, depressivas e recidivas nos mesmos eternos erros que custam enorme sofrimento a milhões de pessoas.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:13

 

 

 99 chicotadas para jovens que dançavam em festa de finalistas 

"Mais de 30 raparigas e rapazes, que não se conheciam, e que dançavam numa festa de finalistas foram presos e punidos"...

Após as detenções, um tribunal reuniu-se de urgência e condenou cada um dos jovens a 99 chicotadas que "foram dadas nesse mesmo dia" pelos membros da polícia de costumes, acrescentou.

Segundo o procurador, isto é "uma lição para os que tentem violar as regras" da República islâmica, onde é proibido aos homens e às mulheres dançarem em conjunto - principalmente se estas não estiverem a usar o véu islâmico - e consumir álcool.

 

 

Arábia Saudita

Dispara sobre médico por ter visto a mulher nua durante parto 

 

 

Espalha-se pela educação precoce no desrespeito pelas mulheres, na glorificação da violência e na indução da perversão sexual. Isto precisa ser tratado a nível mundial.

Bárbaro é o que exclui o outro da humanidade. Os religiosos misóginos são bárbaros.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:19

 

 

Isto é um governo ou uma agência de emprego?

Isto já começa a ser embaraçoso. Espantoso. Para não dizer vergonhoso. Quem tem razão é Manuela Ferreira Leite: “A Cresap é uma fantochada.” Dia sim, dia não, o Governo anuncia a anulação de um concurso público feito pelo anterior Governo para cargos de chefia na administração pública. No dia "sim" manda embora um dirigente que lá foi posto pelo Governo anterior, e no dia "não" mete lá um boy do PS. Manuela Ferreira Leite tem razão: "A Cresap é uma fantochada.” E os dirigentes públicos, que nem fantoches, entram nos organismos e nas repartições públicas com um cartão de militante numa mão e saem quando muda o Governo com as duas a abanarem.

 

Uma pessoa trabalha com a carreira congelada e cada vez mais obstáculos e ainda tem que assistir a estas poucas-vergonhas de quem manda no país. Os dinheiros públicos nas mãos de políticos e banqueiros são como água na peneira.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:02


Os estragos de hoje da Feira do Livro

por beatriz j a, em 27.05.16

 

 

Quatro fantásticos livros por menos de 20 euros 😜

Só não comprei um livro do Teixeira Gomes que queria muito assim que li uma página porque o homem que o tinha à venda pedia 10 euros pelo livro. O livro tinha um buraco na capa, a lombada a sair, era uma 4ª edição embora tivesse escrito a lápis que era um 1ª edição... nem pensar.

Fiquei com pena dos livros do Teixeira Gomes. Eram de uma colecção que estava lá à venda separada como irmãos que vão parar a um orfanato qualquer. Alguém a vendeu por tuta-e-meia como acontece agora muito com livros herdados por herdeiros que não lêem e o livreiro vende-a separada, cara e mal tratada... não tenho pena dos livreiros portugueses: uma data deles são uns filibusteiros.

 

DSCF2239.jpg

 

DSCF2241.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:40

g.a


3-8-12


Pág. 1/9



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog



PageRank