Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





SÓCRATES DEMITE-TE

por beatriz j a, em 30.11.09

 

 

SÓCRATES, ÉS MUITO MAU: DEMITE-TE E LEVA A SUCATA TODA CONTIGO!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:29


o pão nosso de cada dia

por beatriz j a, em 30.11.09

 

 

Urgência de Mário Mendes pode ser ilegal(CM)

A marcha de urgência em que seguia o carro do secretário-geral do Sistema de Segurança Interna – envolvido num aparatoso acidente na sexta-feira na avenida da Liberdade, Lisboa – poderá violar o Artigo 64º do Código da Estrada, que autoriza "os condutores de veículos que transitem em serviço urgente de interesse público a deixar de observar as regras de trânsito".


"Usar a figura do serviço urgente de interesse público porque se está atrasado para uma tomada de posse de governadores civis é um abuso, senão mesmo uma prática criminosa", argumenta Manuel João Ramos, da Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados.

 

Isto é o pão nosso de cada dia. Quem manda e prega moral e decide de multas para os prevaricadores é o primeiro a dar o exemplo da prevaricação.

Fuga ao fisco, mentiras, violação das leis, do código da estrada, etc.

Assim que chegam ao poder acham logo que têm direitos à parte dos outros cidadãos, sendo que um deles é não ter de cumprir a lei.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:59


os amigos do poder e os outros

por beatriz j a, em 30.11.09

 

 

 

DN

Função pública

Estado paga mais 18% em subsídios e indemnizações

E vai mais longe ao defender que a criação das EPE são uma forma de "desmembramento da Administração que corresponde a uma opção política, de modo a, mais facilmente, colocar as clientelas político-partidárias".

Nos gastos com abonos variáveis, que só na Administração Interna mais do que duplicaram, defende a mesma lógica. "As indemnizações por cessação de funções têm crescido todos os anos sem que seja claro porquê". Só na Defesa ultrapassam 112 milhões de euros em 10 meses.

Despesa com salários está estabilizada há três anos, fruto das reformas e da colocação de milhares de trabalhadores na mobilidade especial. A aquisição de bens e serviços está "descontrolada", diz o STE

 

O Estado gastou, até Outubro, mais 65 milhões de euros (+18%) com abonos variáveis - subsídios diversos, prémios, compensações por trabalho em dia de folga, ajudas de custo e indemnizações por cessação de funções. E as aquisições de bens e serviços aumentaram também 7,4%.

Em contrapartida, o STE assinala a estabilização da despesa com salários na Administração Pública, que aumentou, apenas, garante, 0,1% em termos homólogos até Outubro último, o que corresponde a mais 9,4 milhões de euros. Isto apesar da actualização salarial de 2,9% atribuída este ano.

 

"Habituamo-nos a ouvir falar muito do peso das remuneração no Orçamento de Estado e, afinal, essas afirmações não correspondem à verdade porque não há evolução desfavorável da despesa com pessoal" refere (ver quadro).

Pois é! O Sócrates mandou desmembrar a administração pública, empurrar milhares de funcionários para a rua e por em campo avaliações injustas e com quotas para poder, com esse dinheiro poupado, pagar a meia dúzia de pessoas que escolhe para gestores, assessores e consultores e a quem depois dá prémios milionários, reformas principescas.

A reposição da justiça na carreira dos professores (que são milhares) não pode ser porque custa vinte milhões, mas gastar cem milhões aqui e mais cem ali com os prémios e as reformas dos amigos é que é normal.

Como é que pode ser aceitável os sindicatos dos professores andarem a discutir modos de poupar dinheiro com os professores sem outro objectivo que não seja o de poupar dinheiro para que os amigos do poder possam continuar a sugar o país?

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:27


verdade ou consequência

por beatriz j a, em 30.11.09

 

 

Já passaram mais de dois meses das eleições e tudo está na mesma na educação. Aliás, não se fala de educação. Fala-se de professores. Da carreira dos professores, da avaliação dos professores. Dos alunos, nada. Dos currículos, nada. Dos cursos, nada. É este o legado da Maria de Lurdes Rodrigues. É preciso tornar claro que esta mulher escolheu como estratégia para o seu mandato, destruir os professores, dando voz (e capitalizando votos) a uma multidão de políticos que, como ela e o Sócrates, não entendem nem valorizam o trabalho dos professores.

Foram quatro anos de uma destruição malsã que deixou as escolas com os piores a mandar, desprotegidas da violência e com os professores uns contra os outros, impelidos a isso pelo poder. É por isso que agora nada se pode iniciar sem, ao menos, remendar esse mal feito.

Mas esta ministra também já deu mostras de não compreender o cerne do problema. Quer transformar as negociações numa vitória  económica e não vê que cada vez mais empurra as coisas para o fundo do poço. E tudo por vinte milhões. Abrimos o jornal e vemos notícias do roubo do sucateiro de uns 500 milhões, da derrapagem de uma obra pública no valor de 500 milhões, da fuga ao fisco no valor de 100 milhões, ou dos lucros de biliões da banca. Ao lado, um título diz que se forem corrigidas as injustiças de carreira de milhares de professores isso vai custar vinte milhões. E é por isso que estamos neste impasse. E enquanto isto não se resolve está a discussão sobre a educação em águas estagnadas. Já cheira mal e não tarda muito apodrece.

É evidente que a ministra e o primeiro ministro não se apercebem que os custos de arrastarem esta questão serão muito superiores a vinte milhões. Mais, se acabar tudo mais ou menos na mesma, com os que foram promovidos pela outra a titulares a continuarem a avaliar e coordenar os outros colegas, nada na educação mudará para melhor. Quem neste momento ocupa cargos, coordena, manda e avalia nas escolas são (salvo as devidas e honrosas excepções) os mais gordurosos, os que tudo fizeram e fazem para agradar ao poder, a qualquer custo. Ninguém tem respeito por eles. É imperioso mudar isso.

Isso é o pior, de tudo o que a outra fez. Trouxe ao de cima o que de pior há nas pessoas, e todos vimos colegas com atitudes muito indignas - desde ameaçar colegas com a avaliação até armarem-se em salazares dos outros. Como é que agora podemos voltar a ser inocentes com esses colegas? Depois de terem revelado e mostrado o que são e como são?

Era preciso repor a igualdade nas escolas o mais depressa possível. Igualdade não retira o mérito nem atrapalha a avaliação, muito antes pelo contrário. A diferenciação pela capacidade de se ser sabujo e ditadorzinho é que foram, e são, o cancro disto tudo.

Esta é a verdade e quem não a vê sofrerá as consequências.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:03


mas que raio de proposta é a dos sindicatos?

por beatriz j a, em 29.11.09

 

 

Estive a ver a proposta da Fenprof para a avaliação num organograma no blog do ProfAvaliação.

Ele é portfolios, discussões com o grupo, partilha da auto-avaliação...epá! Que diabo! Aquilo parecem os trabalhinhos de grupo das escolas primárias! Uma cena infantil e cheia de papelada! Parece as propostas da outra de má memória.

Que Cena! E sempre com a coisa de serem colegas a avaliarem colegas! Mas quem é que encomendou a proposta àqueles tipos? Perguntaram a opinião de alguém?

Isto é revelador da mentalidade e da cultura das pessoas que andam pelos sindicatos.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:53

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:15


no way in?

por beatriz j a, em 29.11.09

 

 

 

 

Np way in, no way out?

Well I believe in redention

with the twist and shout

and shaking all about...lol

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:43


cisterna de Mazagão

por beatriz j a, em 29.11.09

 

 

 

 

Coisas notáveis que os portugueses fizeram: cisterna de Mazagão (agora El Jadida) em Marrocos.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:16


casa pia - suspeitos e vítimas

por beatriz j a, em 29.11.09

 

 

 

29 Novembro 2009 - 02h00 Correio da Manhã

Casa Pia

Cinco vitórias para vítimas

Paulo Pedroso, Ferro Rodrigues e Jaime Gama já perderam pelo menos cinco processos contra os jovens que os envolveram no caso de pedofilia da Casa Pia.

 

Paulo Pedroso, destacado dirigente do PS, apoiado por todo o governo PS e pelo ex-presidente Sampaio, Ferro Rodrigues, ex-secretário geral do PS e Jaime Gama, actual presidente da Assembleia da República e, ao que se diz, candidato a presidente de Portugal, todos acusados de coisas infâmes, nunca desmentidas por nenhum dos juízes que apreciaram os processos que estes senhores moveram às vítimas de crimes e sevícias horrendas.

Pessoas sobre quem recaiem suspeitas desta natureza e que continuam a perder processos de cada vez que tentar virar a acusação contra as vítimas, deviam, no mínimo, afastar-se da vida pública.

Espero que quem fez estas coisas horríveis aos miúdos tenha o castigo que merece, nesta vida ou na outra.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:42


Sean Carney with The National Debonaires

por beatriz j a, em 29.11.09

 

 

The National Debonaires - grande som, grande música, grande voz!!! Always!!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:16


quase inverno

por beatriz j a, em 29.11.09

 

 

 

 

   Hoje:

 

Já chove. Céu carregado de camadas de nuvens cinzentas.

 

Planos. Ficar por casa a fazer 'coisas' (cá estão as listas do Umberto Eco):

 

1. Não pensar em coisas tristes.

 

2.Espalhar enfeites, cores e cheiros de Natal pela casa. Coisinhas pequenas que espalho por aqui e ali. Nada de grande. Só para criar um ambiente. Entre os que comprei ontem (adoro as saquetas da Greenleaf e da FreshScents. Tenho a casa a cheirar a cidra, canela e especiarias de Natal) e os que andam por aqui guardados deve dar just fine.

 

 

 

3. Procurar o caderninho com a lista das pessoas a quem dar presente. Só sobrinhos são mais de 20... Actualizar a lista, nomeadamente no que respeita às idades dos miúdos.  

 

 

4. Abrir uma abóbora inteira que me deram. Transformá-la em compota de abóbora com nozes...yumm, yumm.

 

5. Ver trabalhos do 11º ano...tem que ser

 

 

6. Dar uma arrumação no escritório. Há duas pilhas de livros no chão, mesmo no meio, que já atingiram quase um metro cada uma. Arrumá-los antes que se transformem nas colunas do Hércules.

 

 

7. Começar por um café    e música, muita música.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:57


A política é 'show-business'

por beatriz j a, em 29.11.09

 

 

Especulação

Sarah Palin é alternativa a Oprah

Hoje<input ... >

Sarah Palin é alternativa a Oprah

Ex-governadora do Alasca é apontada como a provável substituta de Oprah Winfrey

O nome de Sarah Palin, a ex-candidata à vice-presidência dos Estados Unidos, é um dos mais repetidos nos meios televisivos norte- -americanos quando se fala em quem poderá substituir Oprah Winfrey no seu talk-show.

As audiências alcançadas por Sarah Palin quando participou no Oprah Winfrey Show, em meados de Novembro, são apontadas como trunfos a favor da ex-Governadora do Alasca.(DN)

 

 

 

Achei esta notícia muito interessante porque espelha de modo muito conciso e forte a realidade política contemporânea. A política deixou de ser um assunto sério, uma ocupação nobre de serviço público e passou a ser um negócio onde o que interessa são as audiências. Por isso, o que interessa às corporações é a capacidade de entretenimento dos políticos.

Assim, entende-se perfeitamente que uma pessoa que foi candidatra à vice-presidência dos EUA seja agora candidata a apresentadora de um talk-show.

 

Desde que o mundo abandonou a palavra e se voltou para a imagem, que é, por definição, muitíssimo redutora, todos os assuntos perderam densidade, seriedade e complexidade. Ganharam em aparência e futilidade. Isso nota-se em todos os domínios da vida.

Nota-se na política, que se tornou puro espectáculo. Nota-se na educação, por exemplo. No ano passado uma turma queixava-se que o manual de Biologia era demasiado infantil. Quase sem textos explicativos e cheio de imagens com bonecos um bocado infantis.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:41


Futurações

por beatriz j a, em 29.11.09

 

 

O mundo e o os homens percebo
...mas não compreendo.

Parece ser tão evidente,
para mim e para toda a gente
que as grandes telas do tempo
onde se pintam os horizontes
começam por pequenos esboços:
os gestos que desenhamos
por mais pequenos que sejam
deixam marca, formam um traço
no papel ocupam espaço
e condicionam o arranjo das partes.
A mais pequena gota de tinta
lançada em pano ou papel
vai de encontro à cor de fundo
mistura-se e muda o conjunto.

Parece de tal modo evidente
que é difícil compreender
não ser visto por toda a gente
que todo o gesto é significante
- o concreto, o omisso, o abortante
qualquer um pode ser bastante
para mudar o horizonte.

Quem pensa que os seus gestos
no tempo serão esquecidos
( da história apagados )
não vê ser esta uma peça
onde o gesto que se ensaia
muda a coreografia da dança
mesmo que dele não fique lembrança.

 

bja

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:48


Quem tem desprezo ao destino

por beatriz j a, em 29.11.09

 

 

 

 

(...)

Quem tem desprezo ao destino
e não teme a própria força
constrói seu próprio caminho
com o que é novo e abraça.

 

bja

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:52


Gotta Feeling

por beatriz j a, em 28.11.09

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:44


really funny

por beatriz j a, em 28.11.09

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:19


violência doméstica

por beatriz j a, em 28.11.09

 

 

Morol, artista plástica turca

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:00


encobrimentos perversos

por beatriz j a, em 28.11.09

 

 

Um explosivo relatório de 700 páginas
Arcebispos da Irlanda esconderam durante décadas abusos sexuais
  PÚBLICO
 
O cardeal Desmond Connell, que foi primaz da Igreja Católica na Irlanda, e mais três arcebispos do país são apontados num demolidor relatório de 700 páginas como tendo encoberto durante décadas o abuso sexual de crianças por sacerdotes de Dublin.

A não comunicação de crimes à polícia, de modo a proteger o bom nome da Igreja, é uma das faltas apontadas neste trabalho aos quatro arcebispos, segundo conta hoje o jornal britânico "The Daily Telegraph".

Trata-se do segundo relatório que nestes últimos seis meses vem falar de abusos de crianças em instituições católicas da República da Irlanda, depois daquele que em Maio falou de décadas de flagelações, de trabalho escravo e de violações colectivas em grande parte do antigo sistema de escolas e reformatórios.

"Vai ser uma leitura de horrores. Não só as vítimas ficarão chocadas, como os paroquianos irão ficar chocados e questionarão a sua fé", comentou a associação The Irish Survivors of Child Abuse, a propósito deste relatório a divulgar oficialmente hoje pelo Ministério irlandês da Justiça.

Neste trabalho destaca-se a normalidade de a hierarquia transferir os abusadores de uma paróquia para outra, em vez de enfrentar frontalmente o problema.

Em especial, destaca-se o comportamento negativo do cardeal Connell e dos arcebispos John Charles McQuaid,  Dermot Ryan, e Kevin McNamara todos eles encobridores dos delitos cometidos por sacerdotes da arquidiocese de Dublin.

O arcebispo Martin, que sucedeu ao cardeal Connell, hoje com 83 anos, chegou à conclusão de que, desde 1940, mais de 400 crianças contaram ter sido abusadas por pelo menos 152 sacerdotes, só na área da capital irlandesa.

São ao todo cinco volumes de horrores, que levaram nove anos a compilar, para se mostrar como muitos orfanatos e escolas industriais da católica Irlanda do século XX eram lugares de medo, de negligência e de abuso sexual sistemático.

 

 A banalidade com que a pedofilia é encarada pela Igreja Católica é chocante, mas não surpreendente, se pensarmos na sua frequência.

A Igreja é uma instituição que instiga o desprezo pelas mulheres e obriga ao celibato, por medo das mulheres, e proibe hipocritamente a homossexualidade, embora saiba que é prática corrente no seu seio.

Obrigados a uma anormal repressão da líbido e cheios de ideias de pecado e culpa e recalcamentos acabam por fertilizar o terreno das perversões. E quem atacam? Os mais vulneráveis, claro: as crianças.

Tudo isto é vergonhoso por parte duma instituição que prega o bem e o amor às crianças, e é indesculpável porque era evitável.

O encobrimento banal destes crimes pela hierarquia é revelador da mentalidade perversa da Igreja em tudo o que diz respeito ao sexo.

Cada vez é mais evidente que a Igreja condena muitas pessoas à neurose e a vidas de fingimento, repressão, recalcamento e perversão.

Esta semana é notícia cá no país um padre ter fugido com uma rapariga por quem se apaixonou: good for them!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:29


sugestão

por beatriz j a, em 27.11.09

 

 

 

Governo acusa oposição de tirar ao Estado 2300 milhões de eurosJN

 

"Para quem diz que não quer aumento de impostos e aumento do défice, tem a mais elementar responsabilidade de explicar como acomodar um desequilíbrio de 2300 milhões de euros. A deriva despesista da oposição tem uma lógica de competitividade entre as suas diferentes forças políticas e arrasta para um populismo sem sentido, sem explicação e sem desculpa", declarou o membro do executivo, numa lógica de intervenção que seria depois seguida pelo líder parlamentar do PS, Francisco Assis.

 

Sugestão ao ministro das Finanças: vai ter com os amigos do primeiro ministro, como por exemplo, o sucateiro, o filho do sucateiro, o Vara, o Loureiro, O Coelhone, o Oliveira do BPN, etc.

Entre todos,  de certeza que se arranja muito mais que 2 biliões e meio para pagar as contas provocadas pelos 'excessivos lucros' desse mesmo pessoal.


 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:58


os professores não podem ser aumentados

por beatriz j a, em 27.11.09

 

 

 

Os professores não podem ser promovidos ou aumentados porque.....

 

SOL   Banca
Governo não sabe quanto gastou com BPN
 
e alguém vai ter que pagar a conta...
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:06

g.a


3-8-12


Pág. 1/6



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog



PageRank