Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Para pensar - poder judicial

por beatriz j a, em 19.09.17

 

Poder Judicial

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:10

 

Centeno presidente do Eurogrupo?... Ui, que asneira!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:10

 

 

‘Most of the white people I have ever known,’ James Baldwin once wrote, ‘impressed me as being in the grip of a weird nostalgia, dreaming of a vanished state of security and order.’ Today, longing for the ancien régime increasingly defines the Atlantic seaboard’s pundits as much as it does the fine people defending the honour of Robert E. Lee. It remains to be seen whether America, Britain, Europe and liberalism can be made great again. But it already seems clear that the racial supremacist in the White House and many of his opponents are engaged in the same endeavour: to extend closing time in their own gardens in the West.

What Is Great about Ourselves, Pankaj Mishra

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:57


You Can't Always Get What You Want

por beatriz j a, em 18.09.17

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:08

 

 

... até lá, os professores que se lixem...

 

Divulgação – Concentração Ministério Educação 20 setembro – 4ª Feira 14H30

via http://www.arlindovsky.net

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:09


Leituras pela manhã

por beatriz j a, em 18.09.17

 

How ‘white people’ were invented by a playwright in 1613

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:56


Serviços públicos em Portugal

por beatriz j a, em 18.09.17

 

Confissões de um eleitor europeu

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:10

 

 

Great planetary alignment in Santiago, Chile..jpg

Santiago do Chile (não sei de quem é a fotografia)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:00

 

Autores de língua Portuguesa que entram em Domínio Público em 2017 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:59

 

Os contribuintes não pagam, diz o Governo

Solução para malparado junta Caixa, BCP e Novo Banco numa plataforma.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:52


A preservação da espécie

por beatriz j a, em 17.09.17

 

 

Função Pública com aumentos faseados

...o que o Governo deixa claro é que, a partir de 2018, será feito o "descongelamento gradual das progressões na Administração Pública, dando aos funcionários públicos perspetivas de valorização na carreira de acordo com regras justas e baseadas no mérito."

 

Portanto, os parasitas do sistema, os amiguinhos do chefe que levam excelentes por serem 'os idiotas do serviço', para utilizar a expressão de um articulista que há dias falava sobre a história de como se contornaram as lutas sindicais na Autoeuropa, vão todos progredir, sendo que os que trabalham mas não se prestam a 'os ser idiotas do serviço' ficam parados mais uma década. Como diz um amigo, quem decide acerca destes descongelamentos são pessoas, elas mesmas, parasitas do sistema, de modo que estão apenas a trabalhar para a preservação da [sua] espécie. 

E tem piada ver que ao fim de uma década de congelamento, o descongelamento para a maior parte das pessoas são 50 euros a mais no salário... alguém tem que pagar as alcavalas dos políticos e amigalhaços da banca, das sociedades de advogados, de consultores, das empresas, etc.

Lá está, este país ultimamente é bestial em tudo e mais alguma coisa... eu é que não vejo em quê porque a bestialidade não me toca... mas, lá está, devo ser eu que sou muito estúpida... parece que a secretária de Estado da Educação é que é muito esperta. Ouvi dizer que o problema que arranjou este ano em que milhares de professores efectivos foram parar a cascos de rolha porque os mais novos lhes passaram todos à frente, está bestialmente resolvido pois já veio dizer que para o ano fazem bestialmente melhor e abrem um concurso bestial. LOL, os deste ano é que estão lixados mas isso que interessa? O país é bestial, tudo está bestial...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:11


Leituras pela manhã

por beatriz j a, em 17.09.17

 

 

The Case Against Reality

... what we perceive is never the world directly, but rather our brain’s best guess at what that world is like, a kind of internal simulation of an external reality.

(...)

On one side you’ll find researchers scratching their chins raw trying to understand how a three-pound lump of gray matter obeying nothing more than the ordinary laws of physics can give rise to first-person conscious experience.

(...)

On the other side are quantum physicists, marveling at the strange fact that quantum systems don’t seem to be definite objects localized in space until we come along to observe them.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:33


Perspectivas

por beatriz j a, em 17.09.17

 

 

 via Resonance Science Foundation

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:10

 

 

Alguém esteve na praia a limpar todo o lixo. E os grunhos desapareceram. Nem uma tenda :))

 

IMG_1345.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:25


Queixinhas mode

por beatriz j a, em 16.09.17

 

 

Estou sem comer chocolate desde Janeiro. Estou para aqui a olhar para fotografias de doces de chocolate... 

I'm dying here... 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:20


Os preconceitos combatem-se com conhecimento

por beatriz j a, em 16.09.17

 

 

Os preconceitos combatem-se com conhecimento. Conhecimento é exactamente o que falta acerca da comunidade cigana. Na realidade, só se fala de ciganos quando roubam, quando traficam, etc. Raramente se fala dos casos de integração e de sucesso dos ciganos de modo que ficamos com a impressão que todos os ciganos andam a roubar ou a traficar.

Este artigo sobre as iniciativas de integração da comunidade cigana é uma raridade. Acho que é a primeira vez que leio um artigo acerca de iniciativas positivas e casos de integração de pessoas ciganas.

Quantos ciganos existem no país? São novos, são velhos? Qual a situação de alfabetização? Têm casa, têm emprego? Quantos crimes de ciganos são de portugueses e quantos são de romenos ou outros que se deslocam ao país para aproveitar o fluxo de turistas? Etc., etc.

Imensas questões que importava conhecer para combater os preconceitos: sem conhecimento, nem as mentalidades mudam, nem as realidades se podem corrigir.

 

"O ensino superior é algo muito distante..."

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:15


Da minha janela - entardece

por beatriz j a, em 14.09.17

 

 

IMG_1343.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:57


Picture this

por beatriz j a, em 14.09.17

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:01


Teixeira Duarte e companhia

por beatriz j a, em 14.09.17

 

 

Aliás, aquilo que mais me chamou a atenção no artigo de José António Cerejo foi menos o preço do apartamento e mais a descrição dos vizinhos de Fernando Medina: além do seu sogro, Jaime Silva (antigo ministro de José Sócrates), consta que também moram no prédio nomes como Ricardo Bayão Horta (ministro da Indústria do CDS em 1981) ou Celeste Cardona (ministra da Justiça do CDS no governo de Durão Barroso). Acho notável como certos construtores conseguem transformar prédios inteiros em pequenas representações da Assembleia da República. Já na polémica Aldeia da Coelha, Cavaco Silva tinha como vizinhos Fernando Fantasia, Oliveira e Costa (ambos SLN/BPN), e, mais tarde, Eduardo Catroga. E no famoso edifício Heron Castilho, José Sócrates partilhava o elevador com Paulo Lalanda e Castro (Octapharma), Luís Cunha Ribeiro (ex-presidente do INEM), o inesquecível Vale e Azevedo, além da sua própria mãe e da mãe de Herman José. Como é que se junta tanta gente conhecida num só edifício? Se alguém conseguir explicar, agradeço muito, até porque eu também gostava de ter mais amigos no meu prédio.

os vizinhos de Fernando Medina, João Tavares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:17


Post to myself

por beatriz j a, em 13.09.17

 

 

1º dia de aulas

Correu bem mas estou cansada já não estava habituada ao ritmo das aulas, as salas cheias de adolescentes a medirem-nos de alto a baixo para avaliarem o que lhes calhou em sorte, uma pessoa sem se poder desconcentrar um minuto, sequer e, começar logo a educar para a autonomia e responsabilidade.

 

Post to myself

Formações à noite... mas o que me deu na cabeça para me meter numa? Devia estar maluca de optimismo ou algo do género. Tenho que pôr um post-it na mesa de trabalho com a seguinte frase, 'Formações à noite são como açúcar: fazem mal à saúde, cansam o corpo e deterioram todas as articulações mentais'...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:06

g.a


3-8-12



no cabeçalho, pintura de Paul Béliveau. mail b.alcobia@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


subscrever feeds


Pesquisar

  Pesquisar no Blog



PageRank